Compre Agora

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Daqui a 10 dias inicia sem atrações a 15° edição do Pula Fogueira de Quixadá

Por Jackson Perigoso
Nenhuma banda foi anunciada até o fechamento desta matéria.
O palco já está quase perto de ser fixado na Praça José de Barros, na cidade de Quixadá para receber inúmeras quadrilhas juninas que deverão fazer o festival julino da Terra dos Monólitos. Realizado há 14 anos sempre no início do mês de junho, porém, este ano o evento foi adiado devido problemas de acerto de contas públicas com os Governos Estadual e Federal.
De acordo com um assessor da Prefeitura de Quixadá que apresenta o programa de rádio Quixadá em Foco na Rádio Cultura AM, a prefeitura estava impossibilitada de realizar o festival. Para poder recrutar recursos federais o órgão municipal teve que pagar diversas multas. Segundo fontes, as multas foram geradas em conseqüências da falta de prestação de contas em festivais anteriores.

O desespero dos organizadores é saber como contratar atrações em cima da hora, visto que as grandes bandas estão com agendas lotadas para o próximo mês. A banda Aviões do Forró só tem disponível o dia 7, o forró do Muído está com agenda lotada, à banda Garota Safada também não tem mais como tocar em Quixadá devido à impossibilidade na agenda. Destaca que Muído e Garota Safada fazem shows na cidade de Icó, mas a distância entre as cidades são 196 km ou 3 horas 20 minutos.
Em nota enviada a redação do portal Revista Central no dia 16 de Junho de 2011, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Quixadá, citou que “o Pula Fogueira acontecerá de 6 a 9 de Julho”, e que “em breve divulgaremos as atrações!)”. Na mesma nota foi garantido que “as atrações serão as melhores”.
Contradição
A mesma Assessoria que tentou explicar naquela nota os motivos da mudança de data do Pula Fogueira de Quixadá mudou as explicações no seu programa de rádio (gravação em nosso arquivo). Veja o que foi dito na nota: “A Festa acontecerá em julho pelo seguinte motivo: O prefeito quer fazer uma festa com grandes atrações, por isso o evento se unifica a agenda das Grandes Bandas. No mais a população tem demonstrado grande aceitação, pelos motivos acima citados e por ser em um período de férias onde todos terão a oportunidade de se confraternizarem com a qualidade e atenção que cada um e cada uma merecem”, mas agora a mesma Assessoria diz que o problema era de fato financeiro como havia denunciado o portalRevista Centralna publicação: “Pula Fogueira de Quixadá 2011, sem data, sem atrações e sem verba.”
Mais Informações
Prefeitura Municipal de Quixadá
Fone: (88) 3412-3864


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Um comentário:

Sempre diferente, mas sempre eu! disse...

é o famoso "pão e circo". Nesse caso só o circo, e ainda por cima quem o financia é o próprio povo. Não vejo um motivo pra denunciar falta de verba para essas festas, aliás deveria ser denunciado o fato de haver verba para esse tipo de coisa. Não faço ideia de quanto custa contratar essas bandas famosas, mas tenho certeza de que não é pouco, e quem paga tudo isso é o povo. Acho isso muito pior que qualquer propinazinha pra vereador, que deve ser bem menor. Além disso esse tipo de banda desfigura o sentido real das festas juninas, que é a simplicidade.
As pessoas tem o ano inteiro pra ir a esse megashows. E nas festas juninas, que seria a oportunidade de termos um pouco de cultura, nos é empurrado mais forró. E tome forró guela abaixo.

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...