Compre Agora

quarta-feira, 2 de março de 2011

300 mil trabalhadores da indústria mobilizados contra dengue, inclusive Quixadá


De acordo com o último boletim da Secretaria da Saúde, divulgado na sexta-feira, 25 de fevereiro, no Ceará foram confirmados este ano 3.182 casos em 114 municípios.
“O controle da dengue não depende só dos governos federal, estaduais e municipais, depende de cada um de nós. Eu não quero morrer de dengue, e se não quero, vou combater o mosquito. Vamos passar isso para os nossos vizinhos e para todos os trabalhadores da indústria”. Com essa convocação, o presidente da Federação das Indústrias do Ceará (FIEC), Roberto Macedo, desencadeou na manhã desta segunda-feira, 28 de fevereiro, na Casa da Indústria, a campanha “Indústria sem dengue”.
O objetivo é mobilizar as 11 mil empresas que a entidade representa para o combate à doença. “Não podemos, por decreto, acabar com a dengue, mas cada trabalhador assumir a responsabilidade pela sua saúde e pela saúde coletiva, princípio básico de cidadania”, disse Roberto Macedo.

Os trabalhadores das indústrias serão mobilizados a evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti tanto no trabalho como dentro de casa. Além de palestras e vídeos que vão orientar sobre os cuidados com a caixa d’água, tonéis, baldes, pneus, lixo, irão trabalhar durante toda a semana utilizando adesivos nos uniformes e equipamentos de trabalho. Os trabalhadores das fábricas de alimentos vão exibir nos aventais e nas toucas adesivos com o tema da campanha “Indústria sem dengue”. Já os operários da construção civil carregarão nos capacetes os adesivos. A campanha inclui ainda o telamento de quatro mil caixas depósitos de água, onde são encontrados a maioria, 76,45%, dos focos do mosquito.
“Se conseguirmos extinguir esses focos em 11 mil indústrias, vamos demonstrar a força da mobilização”, reforçou o secretário da Saúde do Estado, Arruda Bastos, no lançamento da campanha. Ele se dirigiu especificamente às pessoas que cuidam de casa e da limpeza, lembrando os cuidados que se deve ter com as caixas d’água e o recolhimento do lixo. “É com essa arma que se vence o mosquito”, disse o secretário. Arruda Bastos comemorou a mobilização da FIEC, que entre nessa guerra com um milhão de adesivos, 150 mil folders e panfletos, 200 mil cartilhas e 2 mil DVDs educativos. Esse material vai circular para informar e mobilizar os 300 mil trabalhadores da indústria no Ceará.
Depois do lançamento da campanha em Fortaleza, o secretário Arruda Bastos foi conferir a mobilização da indústria nas cidades de Sobral e Juazeiro do Norte. “Sobral vive uma tranqüilidade em relação à dengue, mas com permanente vigilância. Temos que estar sempre alerta, em parcerias efetivas com a Secretaria da Saúde do Estado e outras instituições”, disse o prefeito Veveu Arruda, no lançamento da campanha naquela cidade, que reuniu empresários, autoridades e trabalhadores. Arruda Bastos reafirmou que as ações de combate ao mosquito transmissor têm que ser intensificadas. Na terça-feira, 1º de março, o Secretário da Saúde participa do lançamento da mobilização contra a dengue no Sindicato dos Bancários, Rua 24 de maio, 1289, Centro, em Fortaleza.
De acordo com o último boletim da Secretaria da Saúde, divulgado na sexta-feira, 25 de fevereiro, no Ceará foram confirmados este ano 3.182 casos em 114 municípios. 9 óbitos foram confirmados, sendo 2 em Itapipoca, 1 em Itaitinga, 1 em Icó, 1 em Acarape, 1 em Quixadá, 1 em Chorozinho, 1 em Caucaia e 1 em São Gonçalo do Amarante.
Na mobilização da macrorregião do Cariri, em Juazeiro do Norte, o secretário Arruda Bastos disse que "reforçar a vigilância e ampliar a rede de assistência são importantes, mas nesse momento para evitar epidemia o fundamental é a mobilização social". Ele acrescentou ainda: "a trabalhadora que vai eliminar os focos do mosquito na indústria é a mesma dona de casa que vai acabar com os focos nos domicílios". Além do lançamento da campanha "Indústria sem dengue" em Juazeiro, durante entrevista coletiva à imprensa o secretário falou da inauguração do maior hospital da região, o Hospital Regional do Cariri, definida pelo governador Cid Gomes para o próximo dia 9 de abril.

Um comentário:

Ministério da saúde disse...

Evitar a proliferação da dengue depende de cada um de nós. Além de cuidar da sua casa, falar com seus vizinhos, manter contato com sua prefeitura sobre focos da doença, você pode utilizar esse espaço para conscientização.
Seja parceiro do Ministério da Saúde na mobilização contra o mosquito da Dengue. Divulgue em seu blog nosso material. Entre em contato com comunicacao@saude.gov.br e solicite o selo, participe da campanha.
Saiba mais: http://bit.ly/bMMVKT

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...