Compre Agora

sábado, 26 de março de 2011

Nem Ki se Laske: A profecia e o fim dos tempos.

Nada mais apropriado para esta coluna do que falar de uma coisa que incomoda e mexe com o imaginário de todos, como será o fim dos tempos? A Igreja Católica já se antecipa com a Campanha da Fraternidade “A natureza geme em dores de parto”, e parece que geme mesmo, temos acompanhado terremoto no Japão, e até minitornados aqui mesmo no sertão central, isso mesmo, sertão central.

Gemendo em dores de parto está nossa Ibaretama, há pelo menos 22 anos sofre os desgastes dos desatinos de administradores que dilapidaram o quanto puderam o patrimônio público sem receio ou remorso, dizem assim “Agora é a nossa vez, vamos fazer como queremos”.


Pior ainda é ver nosso legislativo sem potencial algum para discutir os problemas do povo, na ultima sessão vi cenas que fiquei estarrecido, pasmem senhores, um vereador votou contra um requerimento de uma vereadora que pedia que a prefeitura pagasse o salário mínimo aos servidores, o requerimento baseou-se em uma decisão judicial de 2007 despachado pelo então Juiz dessa comarca Dr. Flávio Marques. Tal foi o despreparo que o mesmo não atentou que para defender de maneira desordenada a administração cometia um ato digno de repúdio por parte dos servidores, afinal, quem não quer ganhar seu salário mínimo?

Aqui acontece de tudo, negociações esdruxulas por parte de políticos, acordos totalmente imorais, desrespeito ás leis e aos cidadãos, justiça lenta e impotente para enfrentar e frear as mazelas praticadas pelo poder público, isso tudo senhores é Ibaretama.

Ibaretama, terra de belezas inigualáveis, gente hospitaleira, pobre, porém acolhedora, tem em seu histórico um leque de roubalheiras e desrespeito com o povo e seus bens, uma terra onde há 22 anos impera o nepotismo, a meu ver este é o pior mal da administração pública, alguns alegaram que a lei saiu agora, não justifica, para ser bom gestor devemos nos cercar de profissionais competentes e não de parentes.

Mesmo com decisão do STF de não permitir mais o Nepotismo na administração pública direta ou indireta, nosso município continua atolado no marasmo do Nepotismo, e a justiça? Alguém viu? O Promotor propôs uma ação civil pública em 2010, vejam bem em agosto de 2010 e nada se resolveu até agora.

Porque será que é tão difícil cumprir nesse município os princípios básicos da Legalidade? Talvez seja porque nossa população ainda não aprendeu a votar, quando ela decidir dá um basta nessa situação pode ser que possamos viver a alegria de uma Ibaretama melhor.

O pensamento da atual gestão é de construir, construir... Construir é bom, parabéns pelas obras trazidas para nosso município, no entanto, nosso povo passa fome, falta comida na mesa, falta oportunidade para os jovens, nossas praças, como eram belas lotadas de jovens aos domingos conversando e falando de futuro, hoje vemos com tristeza nossos distritos praticamente abandonados, a quantidade de jovens deixando o município atrás de oportunidades melhores passa do comum.

Economicamente vemos um município quebrado, com seus munícipes sem praticamente nenhum poder de compra, aliado a tudo isso a corrupção em nosso município ultrapassa o limite que o mesmo pode suportar, até agora os governos federal e estadual têm mantido vivo os sonhos de muita gente deste nosso torrão querido.

Mais tudo isso está perto do fim, Ibaretama em breve terá liberdade e seu povo poderá dá seu grito sem medo de serem surpreendidas pelo corte do salário, sem medo de uma perseguição implacável. As mordaças iram cair, lençóis de seda iram rasgar e políticos importantes irão rever metas, conceitos e objetivos, para mostrar a população que esse município tem jeito e que a justiça mesmo que tarde nunca falha na punição de quem descumpre as leis e caminha de mãos dadas com a ilegalidade.

Alguns que acham que política é carreira ou oportunidade para tornar-se rico, devem ficar cientes que a corrupção não leva a lugar nenhum ou tão somente atrás das grades onde deveriam estar muitos dos que diariamente roubam sonhos da nossa população.





Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...