Compre Agora

segunda-feira, 21 de março de 2011

Prisão por aliciamento de menores e indução ao consumo de bebidas alcoólicas em Quixeramobim

Por Redação
No local haviam muitas ‘camisinhas’ usadas, o que indica possível relação sexual.
O policiamento ostensito da Polícia Militar da cidade de Quixeramobim, no Sertão Central cearense, foram informado via 190 que na Rua Alvisto Skeff, no bairro Monteiro de Morais,foi informado via 190, que no local da ocorrência existiam algumas pessoas fazendo uso de bebidas alcoólica e aliciando menores de idade, dentre estas pessoas encontravam-se três menores com dois homens e muitos preservativos usados.
As duas menores de 16 anos, L.K.FO., moradora do bairro Duque de Caxias, M.S.F.S., moradora bairro Monteiro de Moreis, se juntou ao estudante T.C.C.F. 17 anos, os três adolescentes participavam de uma “festinha” na casa de uma das menores com os acusados D.R.L, 25 anos, e  P.H.M.C., bem como o terceiro elemento, A.J.D.F., 18 anos. A casa da diversão que terminou na delegacia é de propriedade de um empresário.

Segundo as informações da Polícia Militar a redação da Polícia Militar a redação do portal Revista Central, foram encontrados no interior da residência garrafas de bebidas alcoólicas, além de preservativos usados. Todos os envolvidos e os materiais apreendidos foram conduzidos à DP e entregues a Delegada titular de Quixeramobim, Dra. Nila Toscano.
A aliciação de menores traz a idéia de seduzir, de incentivar o menor, chamando a pratica desse fim, sendo especifico, diz respeito à pessoa do criminoso que pratica tal ato com o menor, senão vejamos na lei 8069 (ECA): " Art. 241-D. Aliciar, assediar, instigar ou constranger, com o fim de com ela praticar ato libidinoso: Pena – reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa"
Já o atigo  243 do mesmo estatuto, cita “vender, fornecer ainda que gratuitamente, misturar ou entregar, de qualquer forma a criança ou adolescente, sem justa causa, produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica, ainda que por utilização indevida: Pena: Detenção de seis meses a dois anos, e multa, se o fato não constitui crime mais grave".
Mais Informações: Delegacia de Polícia Civil de Quixeramobim
Rua Dr Miguel Pinto, 100
(88) 3441-0302


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...