Compre Agora

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Câmara de Senador Pompeu aprova requerimento para cassação do prefeito e vice


Por Jackson Perigoso

Ainda ontem , 16,  o juiz Fernando Sousa Vicente decidiu mantê-los presos. Seu advogado vai recorrer.
O prefeito afastados de Senador Pompeu,  Antônio Teixeira Oliveira, e o vice, Flávio Mendes de Carvalho, não foram cassados na noite de ontem, 16, como havia informado, sendo que a Câmara de Vereadores do município aprovaram por 7 votos a 2 o requerimento para o inicio ao processo.
Durante a sessão um grupo de pessoas ligadas a ex-administração municipal, bem que tentou de todas as formas impedir que os vereadores do Município de Senador Pompeu, votassem o requerimento de Cassação do Mandato de Antônio Teixeira Oliveira, e de seu vice, Flávio Mendes de Carvalho, mas todos os esforços foram superados e por 7 votos a 2, os legisladores municipal decidiram pela aprovação e formação de uma comissão processante.

O pedido feito pela presidenta do diretório municipal do PSDB, Lúcia Aquino, no último dia 8. Acatando a solicitação o requerimento teve êxito no fim da noite desta terça-feira, 16. Dando inicio a assim mais uma triste etapa na política administrativa do município de Senador Pompeu.
Antônio Teixeira Oliveira, e seu vice, Flávio Mendes de Carvalho, ambos do PT, venceram o pleito eleitoral na última eleição sob a regência de colocar os ponteiros em seus lugares, mas deu continuidade as mazelas da política arcaica e conservadora, aquela que é realizada para a sua “panela”.
Preso, afastado do poder. Teixeira vive o mais cruel momento de sua vida. Um homem que reinou nos braços da população, passa seus atuais dias lendo livros e pensando nos seus atos que até então não foram provados como o Ministério Público Estadual tem lhe auferido. A batalha de Teixeira agora deve ser buscar sair da prisão e montar uma boa defesa para que o mesmo não passe anos na cadeia.
Mesmo diante de todo o clamor da população, o homem que veste vermelho, derrotado de todas as formas, ainda recebeu apoio incondicional de colegas de lutas, como a do presidente da Câmara Municipal, Chico Pinheiro e do vereador Mendes, mas o seu poderio não mais existe e recebeu 7 votos, suficiente para tirar o seu mandato.
Tumulto
Durante a sessão um bando de pessoas conseguiu desligar a energia elétrica do prédio da Câmara, mas logo foi restabelecida e polícia retirou todos os curiosos do plenário a pedido do presidente da Casa, ficando apenas os vereadores.
Antônio Teixeira de Oliveira e Luiz Flávio Mendes de Carvalho, estão presos na carceragem do quartel do comando-geral do Corpo de Bombeiros, desde do dia 29 de junho, os dois se entregaram depois de uma semana onde foi decretada a prisão por denúncias e representação criminal pelo Ministério Publico do Estado. Um grupo composto de 31 pessoas são acusadas de formação de quadrilha, desvio de recursos públicos, pagamentos indevidos, emissão de cheques para pagamentos de empresas não idôneas que fornecem notas fiscais frias e outras "condutas criminosas", causando "dano de grande monta ao erário municipal".
 Feliz mesmo está todo o grupo do PSDB, que tem o tucano Luiz Ibervan Fernandes Ramos como prefeito. O vereador Chico do Jeová foi um dos que votaram a favor da cassação do seu ex-aliado. Chico mesmo sendo do PT não mais fazia parte do grupo político de Teixeira.

Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...