Compre Agora

sábado, 27 de agosto de 2011

Polícia já tem pista do assassino do gerente de crédito do BB de Quixadá


O corpo do bancário será velado no auditório da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Quixadá.
A comunidade quixadaense está abalada com o assassinato do empresário, pecuarista e gerente de crédito do Banco do Brasil, Miguel Benedito Peixoto, 57 anos, no inicio da noite desta sexta-feira, 27, quando o mesmo foi abordado por um elemento que efetuou cinco tiros de revólver calibre 38. O fato aconteceu na calçada da vítima por volta das 18h15min.
De acordo com o Tenente-Coronel, Edvar Azevedo a reportagem do portal Revista Central, a polícia Militar está em diligência desde da consumação do fato e que já trabalha com uma linha de investigação, mas disse que por motivo de segurança e para não atrapalhar as investigações a pista deveria ser mantida em sigilo. Além da PM, Policiais Civis de Quixadá e da Delegacia de Homicídios de Fortaleza, juntamente com o Comando Operacional de Inteligência da Secretária de Segurança Pública estão no município para tentar prender o homicida.

Conforme o comandante familiares afirmam que não sabem de nenhuma informação que poderia colaborar com a polícia e que ver como misteriosa a morte do seu ente. Edvar Azevedo reforça que qualquer pessoa que tenha alguma informação que possa ajudar a polícia poderá ser enviada anonimamente para o número 190 (grátis), ou para a Polícia Civil 3445-1047.
Miguel Benedito Peixoto, tinha 57 anos, era gerente de crédito da agência de Quixadá do Banco do Brasil. Além de ser pecuarista e empresário, era um cidadão bastante participativo nas órgãos de classe, como por exemplo, já foi presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Quixadá. Também era membro do Rotary Club e já havia se candidato a cargos públicos. Miguel Peixoto era um homem de um profundo conhecimento intelectual, além de ser bastante querido na cidade.
Velorio 
O corpo do bancário será velado no auditório da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Quixadá, que fica localizada a Rua José Jucá, Centro. A família aguarda a liberação do corpo no IML em Quixeramobim. 
Mais Informações: 
Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá
Rua Brasílio Pinto, 1445, Combate
(88) 3445-1047
Ronda do Quarteirão3445-1242  / 3445-1243 / 3445-1244

Quartel da Polícia Militar
3445-1042  / 190


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...