Compre Agora

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Prefeitos do Sertão Central assinam criação de consorcio para construção de Aterro Sanitário

Por Jackson Perigoso
O IDC foi licitado pelo Governo do Estado para construir oito aterros, entre estes, o do Sertão Central.
Os municípios de Banabuiú, Ibaretama, Ibicuitinga, Choró, Quixadá e Quixeramobim assinaram contrato para a formação do Consórcio e para a construção de um Aterro de Resíduos Sólidos, unidade Sertão Central. A assinatura aconteceu no Centro Cultural Rachel de Queiroz.
De acordo com _ representante do Instituto para o Desenvolvimento de Consórcios (IDC), esta é a última etapa para consolidação do consócio entre os municípios. Ela deixa claro que não há nada de concreto, mas que a partir de agora o IDC vai trabalhar para que a região seja contemplada. Há inclusive possibilidade de ser construído no lugar do aterro uma usina de resíduo sólido, o que beneficiaria os consorciados em recursos financeiro. “Nesta usina que seria apadrinhada pelo governo da Alemanha, todo o lixo seria transformado em energia e vendido a Alemanha”, destacou.

O IDC foi licitado pelo Governo do Estado para construir oito aterros, entre estes, o do Sertão Central, composto ainda por Quixeramobim, Choró, Banabuiú, Ibaretama e Ibicuitinga. O consorcio tem como presidente o prefeito de Quixadá, Dr. Rômulo Carneiro.
Para o prefeito de Ibicuitinga, Deca Viana, esse aterro sanaria de vez o problema do lixo local, visto que hoje a cidade não tem um aterro sanitário, “é de suma importância essa construção, pois nossos municípios estão tratando o lixo de forma irregular, citou o prefeito em entrevista ao portal Revista Central e a RC TV. O valor mensal de R$ 200,00 (Duzentos Reais) como cota de participação entre os seis municípios para custeio das despesas administrativas do consorcio em 2011.
O prefeito do município de Choró, José Antonio Rodrigues Mendes, popularmente conhecido como Dé, disse que esse projeto tem que ser tratado como prioridade entre os consorciados para que o mais rápido possível seja dado inicio a construção. Já prefeito de Banabuiú, Veridiano Sales, que é Engenheiro Agrônomo falou da problemática do lixo que é hoje para o mundo e ressaltou a sua importância para a preservação do meio ambiente, “hoje um dos mais graves problemas que os municípios enfrentam é em relação ao tratamento dado ao lixo e com o aterro será resolvido”. Veridiano torce para que a região tenha essa usina.
A partir de 30 de junho de 2014, entrará em vigor a determinação da Lei 12.305, da Política Nacional de Resíduos Sólidos, que proíbe a existência de lixões. A medida obriga os municípios direcionarem os resíduos e rejeitos para o aterro regional de forma sanitária e ecologicamente correta.


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...