Compre Agora

domingo, 19 de dezembro de 2010

O segredo do Ibaretamanet e da Revista Central

Opinião e Ação
Por Getulio Freitas


"Hoje somos auto-suficientes. Nossa fabrica de idéias está repleta de operários em ascensão"

Fim de ano se aproxima, um novo ano está despontando no horizonte e acredito ser hora de fazer uma reflexão sobre muitos acontecimentos do ano. Para quem fez planos, é hora de avaliar o que foi alcançado. Se as metas não foram atingidas, é hora de alinhar-se para alcançar aquilo que foi almejado e que se almeja. Mas não é para falar de como seguir metas e alcançá-las que resolvi escrever este pequeno texto, mas sim para revelar para vocês, amigos, não concorrência, o nosso segredo.

Lidar com a informação hoje, não é tarefa das mais simples, pois a informação é como o pensamento, tem o poder de libertar. É a luz ou os grilhões em nossa sociedade atual. E como já escrevi em outro artigo, a luz fere àqueles que nunca a viram, além de assustá-los. Quem faz parte do Revista Central, do Ibaretamanet, e da rede de blogs que passamos a compor, formando a imprensa independente do Sertão Central, certamente pode discorrer sobre a liberdade de imprensa e sobre o poder da informação no papel de informar e promover “quedas de muros de Berlins” todos os dias. De quebrar paradigmas e de arejar as idéias da sociedade, ao ponto que leva questões e as põe na pauta do publico, o maior interessado no processo.

É inegável que falamos pelo que somos, assim como quando lemos algo, entendemos pelo que somos. Entendemos, vivemos e nos manifestamos pelo filtro cultural a que fomos forçados e levados a desenvolver. Mas alguns se colocam de fora deste entendimento libertados pelo conhecimento que aos poucos pede para ser saber, algo pratico e útil a sociedade. É isso que fazemos! 

Já fomos criticados com a acusação de que não somos imparciais, ou de que em alguns momentos fomos sensacionalistas. Aqueles que disseram isso peço que reflitam sobre o que é imparcialidade. A diferença entre nós e os tradicionais é que não somos somente propagadores de informações. Pensamos sobre ela e baseado na razão, no senso comum, expomos nossas idéias. Sobre este ponto de vista, mastigamos as informações. Não somente as repassamos e usando uma ilustração filosófica posso dizer que “engravidamos da informação e depois a vomitamos de volta” e isso que sai é algo novo, para ser também engolido por outros e vomitado de volta. Assim novas idéias e pontos de vistas surgem neste rico processo. Hah! Quase me esqueço do segredo, embora até aqui já tenha contado muitos, mas o principal é que, nos geramos informação; produzimos as reportagens, não abusamos ou usamos o famoso (CTRL + C), e o (CTRL + V). O que há em nosso site, embora algumas vezes privilegiemos reportagens de colegas de outros meios com a devida permissão, o que é um prazer, foi feito exclusivamente por nossa rede de colaboradores. Hoje somos auto-suficientes. Nossa fabrica de idéias está repleta de operários em ascensão. Aos nossos amigos que os outros chamam de concorrentes, não os temos como concorrentes, mas como colaboradores, pois quem lida com a informação, deve sempre estar de mãos juntas, a não ser que utilizem da informação para esconder-se nela desvirtuando-a.

Nossa missão sempre será evitar que a informação seja desvirtuada. Revelar o que há debaixo do tapete. Soltar as quimeras políticas que rondam nossos municípios sejam elas habitantes do executivo ou do legislativo, que são figurinhas certas em nossas coberturas.

E para aqueles que realmente não nos engolem, vou finalizar com uma frase de uma musica de forro engraçada que ouvi num dia desses, que dizia assim “se me odeia deita na BR”. Seria cômico se não fosse trágico, como sempre cita uma amiga minha.

Boas festas! 

Getulio Freitas
Bacharelando em Administração pela Universidade Federal do Ceará - UFC. Bacharelando em Gestão Ambiental pela Universidade Metodista de São Paulo, Funcionário de empresa Privada e ex Diretor Geral da Associação Serrazul.

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...