Compre Agora

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Deputados faltam audiência: Hospital Regional possivelmente em Canindé, preocupa Quixadá


Por Jackson Perigoso
Rachel Marques, Osmar Baquit, Domingo Filho e Pimentel, possivelmente se perderam no caminho.
O auditório da Câmara Municipal de Quixadá, foi o local que lideranças regionais articularam metas de trabalho para sensibilizar o governador Cid Ferreira Gomes, para instalar um hospital  regional que o mesmo prometeu na campanha política. O evento recebeu de gestor apenas o prefeito de Choró, o de Quixadá preferiu ir a Brasília, porém, mandou o seu vice. Os demais prefeitos não apareceram.
Se depender do tucano Osmar Baquit e da petista Rachel Marques, os dois mais bem votados na terra dos Monólitos, além do futuro senador Pimentel e do deputado Domingos Filho, que teve como cabo eleitoral Cristiano Goes, o maior complexo hospitalar possivelmente não virá a Quixadá. Ambos não compareceram a audiência, configurando omissão e falta de compromisso com a população que os conduziram mais uma vez ao poder. Rachel sumiu desde quando criou uma lei contra a liberdade de imprensa, já Baquit, evadiu-se após conseguir os votos dos quixadaenses.
Retirando estes políticos que mais uma vez demonstraram o desleixo com a saúde da região do Sertão Central, a audiência recebeu grande participação de populares, entidades de classes e de autoridades locais, além do prefeito de Choró, José Antônio Rodrigues, conhecido como Dé. Diferente dos políticos omissos, a maior articuladora desse benefício é a presidenta da Câmara Municipal de Quixadá, Edi Leal da Cruz Macedo e vereador Wellgton Xavier – Cí, autor da audiência. A presidenta classifcou o encontro como postivo e prometeu não medir esforços para que os faltosos participem nas próximas. 
O vereador tucano Cí, disse que esteve em um encontrou informal na cidade de Tauá com o deputado Domingos Filho (cujo não veio à audiência), para a surpresa do parlamentar o governador do Estado chegou ao local e disse que seu governo deveria construir mais dois hospitais, sendo um em Canindé e o outro em Limoeiro.
O prefeito de Choró, Antônio Rodrigues, declarou em seu discurso total apoio e prometeu articular a população daquele município para que a sede do futuro hospital venha a Quixadá. A vice-presidenta do Sindicato dos Servidores Público, Nelva Esteves, sugeriu que uma grande caravana fosse entregar ao governador o pedido oficial. A Secretária de Saúde e irmã do prefeito, Valeria Nepomuceno, disse que o hospital Dr. Eudasio Barroso não tem mais capacidade de atender bem a grande quantidade de pacientes de todas as cidades da região. O vereador Audenio Morais pediu o apoio do portal Revista Central para se engajar na luta, para ele a divulgação na internet é fundamental.
No fim da audiência foi criado um comitê permanente que deverá articular outros encontros na região e buscar de fatos políticos compromissados com a população do Sertão Central.

Mais InformaçõesCâmara de Vereadores de Quixadá
(88) 3412.2285
www.camaraquixada.ce.gov.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...