Compre Agora

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Tropa de Choque vai ao Sertão caçar bandidos


Patrulhas do Gate e do Cotam foram deslocadas para as regiões do Interior onde criminosos estão atacando bancos 

Por determinação do comandante-geral da Polícia Militar, coronel William Alves Rocha, um reforço de policiais do Batalhão de Polícia de Choque (BpChoque) foi deslocado, ontem, para várias regiões do Interior do Estado. O objetivo do grupo de elite da corporação é empreender uma caçada às quadrilhas responsáveis pelos recentes ataques a cidades de pequeno e médio portes, onde as populações e os próprios destacamentos militares têm virado reféns durante assaltos a bancos.

De janeiro até ontem, nada menos que 24 agências bancárias foram alvo dos criminosos. Ainda na madrugada da quinta-feira, uma quadrilha arrombou o Banco do Brasil do Município de Nova Russas (a 416Km de Fortaleza) e roubou, além do dinheiro que havia no cofre (quantia não revelada), duas armas de fogo (revólveres). O arrombamento só foi percebido pela manhã, quando os funcionários chegaram ao prédio para o início do expediente.

Buscas
Segundo o comandante do Batalhão de Polícia de Choque (BpChoque), tenente-coronel João Batista Bezerra dos Santos, a determinação do comandante-geral já está sendo cumprida.

"As equipes de Choque estão sendo deslocadas para as regiões onde ocorreram os últimos ataques das quadrilha, especialmente na divisa com outros Estados como o Piauí, onde assaltos semelhantes ocorreram. Esta operação não tem data para terminar. Vamos dar o suporte necessários às companhias e batalhões do Interior para fechar o cerco contra os criminosos", advertiu.

Estão sendo empregados efetivos de duas das cinco companhias do BpChoque, o Comando Tático Motorizado (Cotam) e o Grupo de Ações Táticas Especiais (Cotam). Elas atuarão juntamente com o Serviço de Inteligência do Estado-Maior da PM e com o apoio, se necessário, de helicópteros da Coordenadoria de Operações Aéreas (Ciopaer), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

As estatísticas apontam que os assaltos a banco no Ceará vêm crescendo. No ano passado, foram registrados 16 casos, contra dez, em 2008. Outro fator importante tem chamado a atenção das autoridades; os bandidos estão utilizando, cada vez mais, armas de grosso calibre, como fuzis e metralhadoras.

Explosão
Na penúltima ação criminosa, ocorrida na cidade de Lavras da Mangabeira (a 420Km de Fortaleza), os assaltantes usaram até dinamite para explodir a frente do banco e a bateria de caixas eletrônicos. Em outras cidades, os PMs dos respectivos destacamentos foram usados como reféns dos ladrões.

Além de Lavras da Mangabeira e Nova Russas, agências bancárias foram atacadas nos seguintes Municípios cearenses: Pedra Branca, Banabuiú, Novo Oriente, Palhano, Aiuaba, Saboeiro, Orós, Piquet Carneiro, Monsenhor Tabosa, Reriutaba, Ibicuitinga, Cruz, Catarina. Milhã e Palmácia. Os bancos não revelam à Imprensa o montante roubado nos assaltos.
Com informações do Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...