Compre Agora

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Quixadá sem planejamento para transporte urbano


Enquanto a cidade cresce e os bairros ficam mais distantes do Centro, Quixadá ainda não possui planejamento para o transporte urbano de passageiros.
A cidade de Quixadá está entre as cidades do Sertão Central que mais cresce no estado, o aumento populacional e a reorganização de novos bairros que ficam mais distantes do Centro, provocam problemas entre eles o de transporte para a população de baixa renda que necessitam de locomoção até a região comercial ou mesmo de serviços essenciais como: bancos, farmácias, hospitais, cartórios e outros.
Essas comunidades que ficam nas zonas periféricas de Quixadá, estão “reféns’ dos únicos serviços de transportes disponíveis para a população, o de mototaxis. Não existe até o momento por parte do poder público um planejamento para implantação de um sistema de transporte urbano para esses bairros distantes, pelo menos discussões no legislativo ou no poder executivo.
Há alguns anos, uma tentativa frustrada de implantar esses serviços de transportes foi colocada em prática, mas por falta de passageiros as linhas foram desativadas, entretanto, Quixadá cresceu muito nos últimos anos, chegou a quase  80 mil habitantes, sendo que mais de 70% da população vive na sede do município, merecendo pelo menos um estudo técnico para avaliar a real necessidade das pessoas que reclamam a falta de opção na hora do deslocamento.
Outro ponto que merece atenção do poder público é a situação dos estacionamentos dos transportes de passageiros dos distritos, a Praça da Catedral está se tornando um caos para veículos, um gargalo que necessita intervenção urgente contrariando inclusive interesse de empresários que não querem a saída dos transportes de passageiros do local.
Fábio de Oliveira
Revista Central

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...