Compre Agora

domingo, 14 de novembro de 2010

Deputado Osmar Baquit poderá ser expulso do PSDB


Candidato participou de encontro petista e não fez campanha para seus colegas.
O deputado estadual reeleito, Francisco Osmar Diógenes Baquit, é um dos filiados que entrou na lista do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), para passar por um processo de expulsão por infidelidade partidária. Baquit optou a ficar ‘neutro’ na corrida estadual para governador e não apoiou o seu colega tucano Marcos Cals.
Os Conselheiros Estaduais de Ética do partido deverão se reunir na próxima terça-feira,16, para analisar os casos praticados pelos infiéis. Osmar chegou a participar de um encontro de apoio no segundo turno a presidenta eleita Dilma Rousseff, comenta-se ainda que ele votou na petista.
Durante todo mandato do governador Cid Gomes (PSB), Osmar foi um dos fortes aliados na Assembléia Legislativa, e antes mesmo das conversões partidárias, o deputado já falava abertamente que seu candidato seria o atual governador. Naquele momento o PSDB ainda cogitava uma possível aliança com a família Gomes, porém, Cid e sua bancada rejeitaram o apoio do senador derrotado Tasso Ribeiro Jereissati, aliando-se com o PT, motivo principal do partido tucano em lançar as presas um candidato a governador.
A situação de Osmar Baquit é bastante delicada tendo em vista que o PSDB pretende fazer oposição clara no próximo mandato de Cid Ferreira Gomes, porém, Baquit é um aliado fiel do governador e não tem pretensão de fazer oposição.
A reportagem do portal Revista Central entrou em contato durante todo o sábado com o deputado, porém, as ligações não foram atendidas e nem retornadas.

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...