Compre Agora

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Nem Ki se Laske: Será que cassaram o homem certo?

Por Karpegeanne Vieira

Olá leitores, a nossa coluna foi redirecionada para toda segunda-feira a pedido de nossos leitores que pediram para no fim de semana publicarmos conteúdos de entretenimento, seguimos a dica e hoje estamos aqui como mais um assunto que Nem Ki se Laske iria eu deixar de falar.

Pois bem, estive na Capital do Estado estes dias e andei sondando os casos de Ibaretama, investigações realizadas a fim de barrar a corrupção no nosso pequeno município, depois de muita conversa cheguei a conclusão que Ibaretama nunca em sua história teve tanto desmando sendo cometidos por toda cúpula que envolve o poder executivo e legislativo.


Os defensores podem até dizer, mais no passado já havia, já foi pior, bem, pode até ter sido pior, mais a cara de pau com que políticos dissimulados negam fatos contundentes não tem precedentes na história desse município.

Fiquei muito triste em ver o meu município envolvido num verdadeiro vendaval de denuncias de corrupção, onde as pessoas que eram para defender os direitos dos cidadãos ibaretamenses usaram de forma errada o poder para se auto beneficiar.

Vou tocar mais uma vez em um assunto delicado, os casos de possível esquema de corrupção que existiu ou existe na Câmara Municipal de Ibaretama que foi denunciado pelo então vereador João Vieira Picanço, até agora o resultado das investigações não saíram, a Procuradoria Geral de Justiça está concluindo a investigação das denúncias, mais eu faço uma pergunta à população baseado naquilo que tive acesso, será que cassaram o homem certo?

Picanço foi o delator de todo o possível esquema (se existiu esquema ou não quem vai dizer é a PROCAP), cassado por seus pares por improbidade administrativa. Será mesmo que essa atual Câmara Municipal teria autoridade para cassar Picanço? Digo isso porque, façamos uma suposição de que os outros vereadores citados por Picanço sejam acusados de terem cometido atos ilícitos, como um vereador pode legislar em causa própria? Sim porque, se Picanço incomodava os vereadores deram logo um jeito de se livrar do incomodo.

Sobre a comissão, tinham dois vereadores que não faziam parte das denuncias, Aldenor Queiroz e Elíria Queiroz, no entanto, o outro era parte da denuncia de Picanço, como julgar alguém que lhe acusa? É bem verdade que naquele devido momento não pesava sobre estes nenhuma acusação formal, no entanto, se fossem conscientes teriam os mesmos declarado-se incapaz de o fazê-lo.

A sede de vingança e perseguição nesse município é tão séria senhores que até os meios de comunicação têm que achar o melhor jeito para colocar as matérias no ar se não os autocratas dão um jeito de tentar censurar, nossa mórbida justiça ainda fica a mercê de pessoas que sem escrúpulos se investem de cordeiros e usam o nome e status para tentar calar até mesmo instrumentos democráticos usados pela população.

O poder emana do povo, como o povo está vendo todo esse episódio? Andando em Ibaretama vejo uma contradição, Picanço foi cassado por improbidade, mais ai vem várias pessoas a mim e dizem “se ele for candidato voto nele”, como votar em alguém que está cassado? O que o povo pensa? Como devolver o poder a um homem que foi cassado? A resposta do povo é clara, “Picanço foi cassado por eles não pelo povo”, valha, e eu que pensei que o homem estaria fadado ao fracasso por ter sofrido tamanho golpe.

O cassado ficou mais forte, o povo acredita que o mesmo vai provar que nada passou de perseguição política, Picanço já confessou não ser inocente, pelo contrário disse em depoimentos formais e até para a imprensa que errou, errou por vaidade de ser presidente.

Afinal, quanto vale ser o presidente de uma casa que há 22 anos se arrasta com um possível desvio de conduta? Sim porque, todos participam do banquete, mais responsabilizado mesmo, será o presidente, será que vale a pena beneficiar alguns?

Mais depois de tudo isso, fiquei feliz, por saber que, aqulo que falo não é jogado fora, nosso boletim é acompanhado diariamente por autoridades políticas, judiciárias e até eclesiásticas, pessoas influentes de nosso estado e até algumas do Brasil, e deixo aqui a estes fiéis leitores um pedido, libertem nossa querida Ibaretama. A população precisa de uma resposta, que essa resposta venha logo e revestida da verdadeira justiça, que os culpados sejam punidos para que os futuros administradores e legisladores pensem duas vezes antes de enganar e ludibriar o nosso povo. 

As opiniões aqui expressadas não necessariamente coincidem com as do Ibaretamanet.com



Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Um comentário:

Waltz disse...

Meu amigo, daí agora vai dizer que ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão? Só sobra mesmo a Elíria dessa câmara cheia de imundos.

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...