Compre Agora

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Polícia Civil apreende mais de 200 litros de combustíveis em Ibaretama


Cinco acusados foram detidos na operação contra a ilegalidade de venda do inflamável.
Agentes da Delegacia Regional de Quixadá e Quixeramobim deflagraram neste fim de semana uma operação com intuito de tirar de circulação, combustíveis que supostamente estariam sendo transportados, comercializados e armazenados de forma clandestina no município de Ibaretama, no Sertão Central cearense. A reportagem do portal Revista Central acompanhou com exclusividade.
Ao receber a denúncia do suposto crime por populares, o Delegado Regional, Dr. Marcos Sandro de Lira, juntamente com os seus inspetores, passaram a investigar motoristas que estariam transportando óleo diesel e gasolina em veículos de transportes alternativos. De acordo com Marcos Sandro, havia também informação dando conta de que alguns caminhões de empresas que abastecem os postos na região estariam sendo desviados. As investigações concluíram que boa parte de combustíveis era descarregado no município, o restante era migrado para os postos de origem, todavia, os empresários que teriam comprado não ficavam sabendo por que quando o inflamável chega ao posto já é colocado nos depósitos.

Atendendo solicitação do Delegado, o Juízo da Comarca de Ibaretama, expediu cinco mandados de Busca e Apreensão contra pessoas que supostamente estariam comercializando este tipo de produto sem atender os requisitos básicos da lei.
Com a ordem judicial, os policiais civis lotados nas delegacias de Quixadá e Quixeramobim, partiram para o Distrito de Pirangi, 20 Km de distância da zona urbana Ibaretama. A reportagem do portal Revista Central acompanhou todos os detalhes e registrou a ação policial.
Chegando à Vila Amarela, os policiais encontraram no quintal de uma residência, inúmeros “galões” contendo combustíveis sem nota fiscal e armazenados clandestinamente. De imediato o suposto responsável recebeu voz de prisão. Enquanto uma equipe apreendia o material nesta localidade, outra se dirigiu a sede do distrito de Pirangi, onde cumpriu o mandado contra o mototaxista Gentil Lopes Neto ele é acusado de participar do esquema. Já autuado Gentil Neto conduziu os policiais até um depósito clandestino que ficava cerca de 5 km. Na residência da senhora Adaíla Marino Silva, 29 anos, a polícia encontrou também uma arma de fogo, sendo que a mesma está registrada, porém, não foi apresentado aos policiais.
No momento que os agentes retornavam para a regional, ainda na sede do distrito a polícia flagrou um veiculo transportado vários “galões” na cabine do automóvel. O condutor foi também autuado por transporte ilegal de combustíveis. Neste momento os policiais verificaram que em outra residência havia um tambor e ao analisar foi encontrado cheio de óleo diesel. O proprietário Rigoberto Beserra de Queiroz, 52 anos, alegou que era pra colocar nos tratores e que era a única forma de armazenar. A filha do autuado ao verificar que estava sendo filmada tentou agredir a nossa reportagem e por pouco não foi parar nas grades.
Foram indiciados Marcos Aurélio Ferreira da Costa, Gentil Lopes Neto, Silvino Ferreira da Costa, com base no artigo 1º, incisos I e II da lei 8.176/91. Silvino Ferreira ainda vai responder com base no artigo 12 da lei 10.826/2003 (possuir ou manter sob sua guarda arma de fogo, acessório ou munição...). Em outra residência a polícia encontrou um rifle.
 Em entrevista ao portal Revista Central, o Delegado Marcos Sandro de Lira, explica que transportar, armazenar e vende combustíveis em locais que não seja em um posto de combustíveis com autorização do órgão responsáveis é passível de punibilidade. De acordo com ele, mais de 200 litros foram apreendidos e que os responsáveis irão responder na justiça.
Mais Informações

Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá

Endereço: Rua Brasílio Pinto, 1445, Combate 

Fone: (88) 3445.1047

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...