Compre Agora

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Acusado de ter matado duas adolescentes em Quixeramobim se entrega a polícia


Thiago Olhão é  ainda acusado de ter matado um menor de 16 anos e tentado matar uma jovem de 24.
Um crime bárbaro que terminou com o assassinato de duas adolescentes no mês de setembro de 2010, no município de Quixeramobim, Sertão Central cearense, pode ter chegado ao fim 6 meses depois. Na ocasião foram brutalmente assassinadas as adolescentes Francisca Adenízia Porfírio Silva (Zazá), 14 anos, natural de Morada Nova, e Roberlânia de Sousa do Nascimento (Bilu), 17 anos, natural deQuixeramobim, as duas jovens tinham ido para um comício político naquela noite e só foram encontradas na manhã do dia seguinte mortas, sem roupas e ensanguentada.  

O crime foi consumado exatamente no dia 9 de setembro de 2010, a partir daí a Polícia Civil deQuixeramobim, passou a fazer uma série de investigação, mas não tinha nenhuma testemunha para facilitar a solução do caso, que para muitos seria mais um crime sem que o autor fosse condenado. 


O crime começou a ser desvendado quando no dia 6 de janeiro deste ano, a polícia registrou uma tentativa de assassinato contra outras duas jovens próximo ao local do crime anterior que fica a cerca de 3 km da zona urbana. De acordo com os autos, obtido pelo portal Revista Central, o suposto assassino, juntamente com um comparsa saíram com duas adolescentes na madrugada do dia 06/01/2011, beberam em um bar na localidade do Cupim, e ao chegarem à estrada carroçável do lugar conhecido como Sossego, bem próximo ao local onde as duas adolescentes Zazá e Bilu foram encontradas mortas, os homens passaram a agredir com golpes de facas as suas companheiras que pouco tempo haviam compartilham rodas de bebidas, as jovens foram esfaqueadas pela dupla, os homens pensavam que haviam matado e fugirem do local, no entanto, as vítimas do segundo caso que iremos preservar os nomes, acordaram e pediram ajuda para motoristas que passavam na CE-060, que a socorreram ao hospital local, uma delas informou quem havia feito aquilo com elas, no caso, seriam o Tiago do Olhão e Daniel Lucas. 

A Partir da denúncia, começaram as buscas, tendo sido localizado e preso Daniel Lucas da Silva , 19 anos,  que ao ser interrogado ficou em silêncio. A delegada titular de Quixeramobim, Dra. Nila Farias Toscano, solicitou prisão preventiva de Antonio Thiago Silva Barros, 26 anos, casado, pescador, natural de Quixeramobim, residente e domiciliado na Rua Luis Gomes Coutinho, Bairro Maravilha, ele de acordo com as investigações e com base no depoimento da denunciante, teria matado em setembro as adolescentes (Zazá e Bilu) e tentado contra as mesmas em janeiro. A prisão preventiva foi deferida pelo juízo da Comarca de Quixeramobim, sendo que a polícia mesmo com a preventiva não conseguiu prender o acusado, porém, iniciou na cidade uma campanha de colagem de cartaz com a foto do procurado e por sua vez o mesmo se apresentou ao delegado de Senador Pompeu. 

Tiago do Olhão é ainda acusado de ter praticado outros crimes, como por exemplo, de Airton André Oliveira Júnior, 16 anos, o menor foi vítima de homicídio à bala, ocorrido na noite do dia 05/01/2011, o procedimento foi instaurado pela Dra. Nila Toscano, e no decorrer das investigações foram colhidos depoimentos importantes de pessoas próximas aos criminosos do crime, que acusaram Tiago do Olhão e Daniel Lucas. As testemunhas, cujos nomes estão sob sigilo, afirmaram que o autor e a vítima possuíam uma rivalidade na venda de drogas, tendo inclusive Tiago Olhão soltado fogos de artifício no bairro da Maravilha, em comemoração ao sucesso do crime. O procedimento foi finalizado e os autores indiciados. Para as testemunhas foram solicitados os serviços de proteção a testemunha. 

Caso Bilu e Zazá
Após diversas diligências e a participação e colaboração de outros delegados, tais como, Dra. Sulamita(Senador Pompeu), Dr. Jaelan, durante as investigações, policiais civis da Delegacia deQuixeramobim, reuniram indícios suficientes para indiciar Tiago do Olhão, como autor do crime que vitimou as duas jovens, através de prova testemunhal, e corroborado com o modus operandi  semelhante com o apresentado em desfavor da testemunha, tais como: local do fato (próximo a localidade de Sossego), a maneira como os corpos das vítimas foram lesionados e principalmente que os golpes de faca são semelhantes aos dos dois casos.

A Polícia Civil de Quixeramobim estava totalmente mobilizada em localizar e prender o  autor, seguindo todas as pistas de seu paradeiro, realizando buscas no interior de Quixeramobim, e em cidades próximas como Banabuiú e Milhã, ao perceber que o cerco estava fechado, o autor resolveu se entregar e apresentou-se na Delegacia de Senador Pompeu, onde imediatamente, foi encaminhado para a Delegacia de Quixeramobim e apresentado a Dra. Nila Farias Toscano. Thiago Olhão ao ser interrogado negou a autoria de todos os crimes e mesmo assim foi encaminhado para a Cadeia Pública.
Mais Informações: Delegacia de Polícia Civil de Quixeramobim
Rua Dr Miguel Pinto, 100
            (88) 3441-0302      

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...