Compre Agora

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Juiz de Madalena nega pedido de liberdade a acusado de roubo qualificado


A defesa ingressou com pedido de habeas corpus objetivando a concessão de liberdade provisória.
O titular da Vara Única da Comarca de Madalena, juiz Fabiano Damasceno Maia, negou pedido de liberdade provisória a Adriano Prudêncio da Silva, acusado de roubo qualificado. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico da Justiça Estadual. 

De acordo com os autos, Adriano da Silva, juntamente com Antônio Alcione Sousa Tavares e Paulo Sérgio Sousa Rodrigues, assaltou a residência de um casal de idosos, situada na localidade de Cajazeiras, zona rural de Madalena. Segundo o processo, durante a ação criminosa, os acusados ainda espancaram as vítimas.


Os réus foram presos e se encontram recolhidos, desde agosto de 2010, na Cadeia Pública de Madalena, no Sertão Central cearense. A defesa ingressou com pedido de habeas corpus objetivando a concessão de liberdade provisória.

Ao julgar o pedido, o juiz Fabiano Damasceno Maia decidiu pela manutenção da prisão. “Diante da existência dos motivos autorizadores que decretaram sua prisão preventiva, indefiro o pedido”, afirmou.
Foto: Jackson Perigoso / Revista Central
Assessoria de Imprensa do TJCE

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...