Compre Agora

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Vereador de Ibaretama acusado de crime bárbaro se apresentará nesta sexta-feira



Redação RC
O crime deixou a população em silêncio com medo de represálias de cabos eleitorais.

O principal suspeito de ter cometido um dos mais bárbaros crimes na região do Sertão Central cearense, deverá se apresentar nas próximas horas a autoridade policial com um Advogado. O vereador afastado Francisco Oliveira Filho, esposo da prefeita interina de Ibaretama, Nubia Cavalcante, é apontado de participação no crime do agricultor Francisco Freire da Silva, 56 anos, conhecido pelo pseudônimo “Quim Galdino”, na tarde do dia 28 de novembro de 2011, na localidade de São Francisco, zona rural do município de Ibaretama.


“Quim Galdino” estava embriagado quando foi abordado pelo vereador afastado Francisco Oliveira Filho(foto), juntamente com os comparsas, cujos são seus sobrinhos, Antônio Lucas de Sousa Moura, vulgo “Alex”, Francisco Valmir Júnior e ainda há uma mulher como participe do crime. Todos se apresentarão logo mais na delegacia de Quixadá ou de Quixeramobim.
O vereador afastado Francisco Oliveira Filho, ficou preso durante 46 dias depois que a Polícia Federal desencadeou junto com o Ministério Público uma operação que prendeu políticos e agentes públicos de Ibaretama, solto por ordem da justiça o vereador continuou a participar de atos públicos em Ibaretama. Atualmente ele ainda recebe salários do poder público e continuará, visto que os vereadores não tem coragem de afastá-lo, pois é eposo da prefeita interina. O medo é total.
Motivo futil e torpe
O motivo do espancamento culminado em morte foi porque a vítima havia chamado o vereador afastado de ladrão dias anteriores. Os acusados mataram o agricultor a chutes, socos e ponta pés.


Matérias RelacionadasCrime bárbaro: Família do agricultor espancado até a morte, pede justiça 
Crueldade: Agricultor é espancado até a morte por vereador afastado de Ibaretama 



Quando se apresentarem, serão interrogados pelo Delegado Dr. Marcos Sandro de Lira, e conforme a lei, assinarão termo de compromisso de ficarem a disposição da justiça.
Em Ibaretama após o crime o receio e o medo é total, as pessoas não falam mais em política pois temem sofrer o mesmo fim do agricultor.
Mais Informações:
Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá

Rua Brasílio Pinto, 1445, Combate
(88) 3445-1047
Quartel da Polícia Militar3445-1042  / 190
Destacamento Policial de Ibaretama
Rua Vereador Armando Queiroz, 34 - Centro
(088) 3439.1102




Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...