Compre Agora

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Amantes do Quixinha se mobilizam para montar nova diretoria


Por Jackson Perigoso
Cerca de 30 amantes do Quixadá se reuniram para traçar os novos rumos da equipe.
Retornar o Quixadá Futebol Clube para a elite do campeonato cearense em 2012, é sem dúvida o maior objetivo da futura diretoria que comandará o time na segunda divisão do certame, para isso, uma organizar uma diretoria forte é o ponto inicial dessa grande batalha do Canarinho do Sertão.
Cerca de 30 amantes do Quixadá se reuniram na Câmara Municipal para traçar os novos rumos da equipe, antes de tudo será realizada a escolha da nova diretoria. Tendo a frente o presidente da Câmara, José Kleber Bezerra Carneiro e juntamente com educadores, profissionais do esporte, torcedores, comunicadores e tantos outros estão empenhados nesta nova fase do time.

“O primeiro passo é escolher a diretoria, após isso, vamos pensar no projeto para que o nosso Quixadá volte para a primeira divisão”, destacou o vereador Kleber, que garantiu total apoio, mas não quer participar da diretoria. O Secretário de Esporte, Jean Silva, mostrou as dificuldades que a equipe vai enfrentar, acredita que, com a participação dos esportistas do município, sem dúvida o Quixadá retornará à elite.
Para o professor Val Tavares, o time tem que ser de primeira, “se agente montar um time com a cara da segunda divisão pode ter certeza que não vai subir”, para o educador físico faz-se necessário contratar jogadores profissionais, mas também aproveitando os da região. O presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas, Capistrano Júnior, se prontificou em dá suporte financeiro. Já o jornalista e radialista Wanderley Barbosa, vai buscar junto a Petrobras um possível apoio da estatal.
Esteve também presente o ex-presidente Valmir Araújo, que atualmente comanda o time do ferroviário, mas atendendo solicitação de todos os presentes ficará como Diretor de Futebol, visto que tem como capitanear jogadores para o Canarinho. Valmir disse que o principal motivo do Quixadá ter caído foi os erros de arbitragens e os jogos que comandou fora do Abilhão.
A expectativa orçamentária para disputar a 2ª Divisão é de R$ 200 mil reais, mas os futuros diretores acreditam que para subir faz-se necessário cerca de R$ 300 a 400 mil reais. Para atrair torcedores durante as partidas no Abilhão, a diretoria terá uma grande assessoria de imprensa.

Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...