Compre Agora

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Defensor Público de Quixadá comemora três anos de atendimento a população


Por Jackson Perigoso
Uma das ações realizada foi um projeto que levou assistência jurídica para os distritos e Praças.
Os menos favorecidos sempre tiveram dificuldades de contratarem um profissional Advogado para atuar na defesa de seus direitos, notadamente quando envolve litígios de maior especialização no tratamento ou aplicação do remédio jurídico mais adequado. Porém, essa realidade tem mudado desde de quando o Defensor Público, Dr. Júlio César Matias Lobo iniciou o seu trabalho a frente da Defensoria no município de Quixadá, recentemente comemorou 6.323 atendimentos jurídicos em apenas 3 anos.

Os dados foram apresentados em uma entrevista ao programa Censura Livre, na rádio Monólitos de Quixadá, vinculado ao portal Revista Central. Durante duas horas de bate-papo, o “Advogado dos Pobres”, recebeu diversos elogios de ouvintes que ligaram parabenizando seu trabalho e agradecendo por desempenhar sua função sempre com responsabilidade e acima de tudo com ética.
Dr. Júlio Cesar é quixadaense, também é professor universitário, ensina várias disciplinas na Faculdade Católica de Quixadá, é considerado como um dos melhores do curso de Direito. Pretende futuramente ingressar na Magistratura.
Para o Defensor Público todas as conquistas em sua vida foram com muito esforço e dedicação, sabe que deve sempre tratar as pessoas bem, “já teve gente que foi a Defensoria apenas para conversar, contar um problema de sua vida e em seguida saiu agradecendo”. César conta que trabalhar com o Defensor não é pra todo mundo, pois são inúmeros casos e sempre com pessoas na maioria das vezes que não sabem se quer ler e escrever, “já tive que até pagar mototaxi”, garantiu.
Júlio César está realizando uma campanha de arrecadação de alimentos que serão doados para instituições de caridade na cidade de Quixadá, “faço isso todos os anos, pois é uma obrigação de todo cidadão ajudar os que mais necessitam”. Alunos da FCRS fizeram doações e sua expectativa é conseguir duas toneladas.
Durante o programa o Defensor foi indagado pelo radialista e jornalista Wanderley Barbosa se ele teria pretensão politica, “jamais, não sou filiado a nenhum partido, quero seguir a minha carreira jurídica, pois vejo que a política infelizmente suja”, respondeu.
Uma das ações realizada foi um projeto que levou assistência jurídica para os distritos e Praças de Quixadá, “foi à primeira vez que um Juiz em Quixadá foi atender fora de seu gabinete”, comemorou. Júlio César garantiu que em 2012 novas ações serão mobilizadas com objetivo de aproximar cada vez mais a Defensoria da população carente, “infielmente tem muitas pessoas que tem medo de procurar um Promotor, Juiz ou Defensor”.



Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...