Compre Agora

domingo, 21 de março de 2010

Vândalos quebram orelhão em Caio Prado


Sem policia na localiCaio_Prado_Orelhao_quebradodade, a população está refém dos vândalos!
Caio Prado, distrito de Itapiúna-Ce, distante de Fortaleza 122 quilômetros, vive dias 'temerosos' diante dos acontecimentos que vem ocorrendo no cotidiano de uma terra que até o ano de 1996 era tida como uma das mais pacíficas do interland cearense, pois até aquele ano não havia registro de homicídio no lugar. Hoje, Caio_Prado_Orelhao_quebrado1para tristeza de seus moradores, impera o vandalismo, o alcoolismo, a droga e a violência.
A onda de vandalismo tomou conta da noite caiopradense. O orelhão de referência para comerciantes e moradores do distrito, foi completamente arrancado do seu local, mais precisamente na rua Manoel Viana, nº 80 em frente a Casa Padre Cícero Variedades, no Centro. A revolta tomou conta dos moradores e dos comerciantes. De acordo com o senhor Caio_Prado_Orelhao_quebrado3Antonio Wilson Gomes de Souza, proprietário do Mercadinho Bom Preço, a destruição do telefone público, trás prejuízo a todos que comercializam no Centro de Abastecimento (Mercado Público), pois em todos os cadastros feitos por eles, foi dado como referencia o número (88) 3431-2125. “Como os baderneiros destruíram ficamos prejudicados” disse.
Já o proprietário da Casa Padre Cícero Variedades, senhor Roberto Tárcio Bezerra Lopes, que era o "responsável" chamava os usuários através dum serviço de som de sua propriedade, afirmou que não aceita mais o orelhão na calçada do seu comércio, pois já sofreu ameaças. Contou que certa vez, um vândalo, de faca em punho, deu sete facadas no referido orelhão e saiu falando desaforos. Contou ainda que por diversas vezes oorelhão teve sua fiação cortada à faca e em outras ocasiões arrancaram o aparelho. Triste, disse não saber o que fazer.
O vendedor ambulante Gerardo Ferreira da Costa, que vende confecção, alumínios e outros, em sua barraca, teve parte da lona de coberta, cortada a golpes de faca. Segundo ele, vândalos chegaram por volta das 03h00min, próximo à paróquia de São José, onde seu Geraldo tinha montado sua barraca, e destruíram parte da lona. Ele disse que já percorreu várias cidades de diversos estados, vendendo sua mercadoria em festejos religiosos, mas "me assustei com o que vi aqui, pois a faca corre solta".
A população solicita das autoridades de Segurança Pública a reativação do posto policial da localidade. Os moradores já se reuniram várias vezes tentando sensibilizar a cúpula da Polícia sobre o problema. O padre Luciano Limaverde e outros representantes da comunidade já foram ao Comando de Polícia do Interior em busca de solução, mas estão desconfiados que, pelo jeito, o problema só vai ser resolvido, ou prometido, quando o período eleitoral chegar.
O antigo prédio da Sub-delegacia de Polícia, vândalos retiraram portas, janelas, telhas, madeira e até fios da instalação elétrica. A situação grave, quando o assunto é "Segurança Pública"! Os moradores solicita do Governador do Estado do Ceará,  Cid Gomes, que se sensibilize com os moradores deste distrito, se providências não forem tomadas rapidamente, não sabemos como as coisas vão ficar por aqui.
Luiz Everardo Bezerra Lopes
Correspondente em Caio Prado – Itapiúna
Acesse também
http://everardocaioprado.blogspot.com
www.revistaonlinedecaioprado.com.br
Mande a sua sugestão, elogio e critica para contatos@revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...