Compre Agora

quarta-feira, 24 de março de 2010

"Administrações que prezam pelo nepotismo causam mais desigualdades sociais" afirma Heitor Férrer

Denunciando a falta de políticas públicas, o nepotismo e o desvio de recursos públicos, Heitor culpa os políticos

O deputado Heitor Férrer (PDT), destacou ontem, na Assembleia, um estudo feito pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 63 países e 138 cidades, sobre desigualdade social, apontando o Brasil com o pior desempenho da America Latina, e Fortaleza como a terceira pior cidade em desigualdade social. "A terceira pior colocada entre as 20 piores cidades em desigualdade social do mundo", reiterou o parlamentar.

Para Heitor, esse é um retrato de administrações que prezaram pelo nepotismo, pelo enriquecimento ilícito, pelos privilégios e tiraram do povo o direito às políticas públicas de qualidade. "Esse povo não tem nada porque deles foram retiradas escolas, medicamentos, vacinas, moradia. Tudo se tomou desse povo", reclama.

Férrer pontua que o estudo da ONU pesquisou as cidades porque é nos municípios onde a população vive. Os estados, aponta, são áreas fictícias para estabelecer uma divisão territorial no País, deixando claro que é nas cidades onde as pessoas moram. "Os grandes responsáveis por esses índices são os administradores públicos, que na sua grande maioria, 95% das prefeituras, roubam dinheiro do povo para enriquecimento próprio", alega.

O parlamentar ressalta que não se pode deixar de fazer a ligação entre desigualdade social e criminalidade, pois atesta que quando as pessoas enfrentam uma vida sem perspectiva e cidadania, partem para um mundo de ilusão, que é o mundo da droga, e isso resulta em violência.

Desprovida

O líder do PSDB na Assembleia, deputado João Jaime, apontou a administração de Luizianne Lins como a grande motivadora para o resultado do estudo apontado pela ONU em relação à Fortaleza. "A prefeita disse que ia cuidar das pessoas, balela. Não está fazendo saneamento, nem residência digna, a saúde em Fortaleza é um caos, por isso, leva a uma desigualdade social tão grande", disse.

O deputado Fernando Hugo (PSDB) concorda. O tucano alega que moramos em uma cidade totalmente desprovida de políticas públicas. Para ele, a administração de Luizianne Lins pode ser comparada a uma seca.

Melhorias

Os deputados Artur Bruno e Nelson Martins, ambos do PT, destacam que o Governo Lula vem tentando mudar essa desigualdade social, e muitas das políticas do atual Governo, trouxeram melhorias, principalmente para as classes D e E. Em relação a Fortaleza, Bruno defendeu que a atual administração não poderia mudara a realidade da cidade em tão pouco tempo.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...