Compre Agora

segunda-feira, 8 de março de 2010

Metralhadora Sistema Monólitos dispara contra administração petista

A população de Quixadá vem acompanhando ao longo dos últimos meses um embate político no mínimo curioso, o diretor proprietário do Sistema Monólitos de Comunicação Everardinho Silveira que foi secretário de comunicação da administração Ilário Marques(PT), mantém um posicionamento antagônico na atual administração de Rômulo Carneiro(PT), sucessor eleito em 2008.
A mudança de postura de Everardinho é refletida numa avalanche de denúncias acumuladas contra a gestão atual de Quixadá e também contra o ex-prefeito Ilário Marques que atualmente é procurador do município. É fato público que o posicionamento de oposição do grupo Monólitos tem ganhado destaque com o acirramento dos ataques a administração petista, denúncias são jogadas a todo momento e investigações minuciosas nas contas da prefeitura tem produzidos debates na Câmara Municipal de Quixadá.
A situação governista afirma que o Sistema Monólitos faz uma oposição irracional, não busca se inteirar dos fatos pesquisados e os coloca em seus meios comunicativos, rádios e sites, de maneira irresponsável e perseguidora, ações de cunho de interesse político-partidário. Os locutores dos respectivos meios de comunicação se defendem e afirmam que levam a informação e as denúncias de maneira imparcial, ouvindo todas as partes garantindo a notícia veiculada de maneira séria e de interesse coletivo.
Em uma rápida análise dos bastidores desses embates sistemáticos vem uma crítica oportuna, o Sistema Monólitos perde não simplesmente pelas críticas e denúncias apresentadas, mas pela parcialidade latente das incursões contra a administração municipal, mesmo quando a denúncia merece a atenção da população e das autoridades constituídas, fica sempre a impressão que os ataques tem apenas o cunho político e de interesses escusos.
A família Silveira tenta a grosso modo incutir na população um viés de ação democrática e utilidade pública o que na verdade por traz de tudo isso tem um sentido de promoção política para lançar um membro familiar na tradição de políticos. Erradamente, sem perceber o seu posicionamento errôneo, poderia utilizar seus espaços na mídia local para promover as qualidades desse jovem médico Dr. Ricardo Silveira.
Esperemos novos capítulos desse filme hilariante da metralhadora ambulante, ou digo metamorfose ambulante.
Por Fábio de Oliveira
Colunista
As opiniões aqui expressas não necessariamente coincidem com a da Revista Central

Metamorfose Ambulante
Composição: Raul Seixas

Prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Eu quero dizer
Agora, o oposto do que eu disse antes
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Sobre o que é o amor
Sobre o que eu nem sei quem sou
Se hoje eu sou estrela
Amanhã já se apagou
Se hoje eu te odeio
Amanhã lhe tenho amor
Lhe tenho amor
Lhe tenho horror
Lhe faço amor
Eu sou um ator
É chato chegar
A um objetivo num instante
Eu quero viver
Nessa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Sobre o que é o amor
Sobre o que eu nem sei quem sou
Se hoje eu sou estrela
Amanhã já se apagou
Se hoje eu te odeio
Amanhã lhe tenho amor
Lhe tenho amor
Lhe tenho horror
Lhe faço amor
Eu sou um ator
Eu vou lhe dizer
Aquilo tudo que eu lhe disse antes
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Fonte: Revista Central de Quixadá 

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...