domingo, 16 de outubro de 2011

Festival Quixadá Mostra Cinema chega em sua 3ª edição

As exibições vão ocorrer na Praça da Cultura, onde haverá também premiações, homenagens, cursos e oficinas de cinema.
Promovido pela Rede de Atenção Cego Aderaldo e a Associação de Cinema e Vídeo de Quixadá, em parceria com o Ministério da Cultura e Secretaria de Cultura do Estado, o festival ocorrerá entre os dias 25 e 29 de outubro, tendo como foco exclusivo o cinema cearense
Treze anos após sua edição passada, o festival Quixadá Mostra Cinema voltará a levar a sétima arte ao Sertão Central cearense. Entre 25 e 29 de outubro, a Terra dos Monólitos sediará a 3ª edição do festival, trazendo realizadores de todo o estado, contando com exibições de filmes e oficinas de produção em cinema.

Dessa vez o evento é inteiramente voltado para exibição e difusão da produção audiovisual cearense dos últimos 10 anos. De 1998 pra cá, o cinema de nosso estado realizou vários e importantes filmes, dando um salto qualitativo em suas produções. E essas películas vão abrilhantar o III Quixadá Mostra Cinema, que visa fomentar, difundir e desenvolver o autêntico audiovisual produzido no Ceará. Além das mostras de curtas, médias e longas, haverá espaço de formação, shows, encontro dos realizadores, visita às locações e homenagens a realizadores, produtores e personalidade que direta e indiretamente contribuirão para a melhoria do cinema cearense.
A relação de Quixadá com a sétima arte
A calorenta cidade de 80 mil habitantes tornou-se conhecida por realizadores de cinema de todo o país. Suas formações rochosas já foram cenários de inúmeros filmes, entre eles; "A Morte Comanda o Cangaço" - 1960, "Dora Doralina"- 1970, "Luzia Homem, - 1987, "O Cangaceiro Trapalhão" - 1989, "Corisco e Dadá" - 1990, “Ô Casamento” – 1998, "Vila Lobos" - 1998, "O Quinze", “O Caminho das Nuvens” – 2003, “Lua Cambará” – 2004, “Siri-a-rá” – 2007, “Cine Tapuia” – 2008, “O Auto da Camisinha” e “Área Q”, em 2009, “Homens com cheiro de flores” – 2010 e “O Gato Preto” – 2011.
Atrações do festival
O evento será dividido em 3 Mostras. A Mostra Animação Cearense, a Mostra Novos Realizadores Cearenses e a Mostra Mestre Adolfo, título com menção ao nome de um dos pioneiros de cinema em Quixadá. Na Mostra Animação Cearense vão ser exibidos filmes dos alunos do projeto Cine Coelce e do Núcleo de Animação da Casa Amarela, entre outras atrações.
Na Mostra Novos Realizadores Cearenses vão ser exibidos filmes do Coletivo Alumbramento, dos alunos do Curso de Audiovisual e Novas Mídias da Unifor e dos alunos do Curso de Realização em Audiovisual do Vila das Artes, entre outros projetos.
Já na Mostra Mestre Adolfo, entre várias atrações, vão ser exibidos o premiado A Casa das Horas, de Heraldo Cavalcanti; o inédito Don Fragoso, de Francis Vale; Cine Tapuia, de Rosemberg Cariri; Doce de Coco, de Alan Deberton; As Mães de Chico, de Glauber Filho.
As exibições vão ocorrer na Praça da Cultura, próximo ao Centro Cultural Rachel de Queiroz, onde haverá também premiações, homenagens, cursos e oficinas de cinema. Durante o festival, os diretores dos filmes exibidos vão participar de rodas de conversa.
Assessor de Imprensa
Leonidas Macedo
Contatos: (85) 8795.8245


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...