Compre Agora

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Mensalim da Câmara de Ibaretama: MPE pede abertura de Inquérito Policial para investigar o caso.

O Ministério Publico Estadual, através do Promotor Eduardo Tsunoda, pediu na ultimo dia 14 a abertura de Inquérito Policial para investigar as denúncias feitas contra vereadores da Câmara Municipal de Ibaretama, Sertão Central do Ceará.

A motivação do MPE se deu depois que a Câmara Municipal de Ibaretama ingressou com uma representação contra o Editor-Chefe do Ibaretamanet.com Karpegeanne Vieira, na representação que também cita a Revista Central a Câmara tenta argumentar que o Ibaretamanet e a Revista Central usaram de má fé publicando conteúdo inverídico nas suas páginas em matérias que cobrem a denúncia feita por João Vieira Picanço, ex-presidente daquela casa legislativa.

Baseado na lei de imprensa a Câmara alega falta de direito de resposta e diz que a todo tempo o Ibaretamanet e a revista Central difamaram, caluniaram e ao mesmo tempo acusaram os vereadores envolvidos na denuncia de Picanço.

O MPE entendeu que deveria abrir Inquérito Policial para investigar a veracidade dos fatos, o MPE quer saber se o Ibaretamanet publicou material inverídico ou se Picanço caluniou a Câmara de Ibaretama ao mesmo tempo em que o mesmo inquérito vai apurar se os vereadores estão envolvidos ou não em tudo que foi publicado pelo Ibaretamanet e Revista Central.

Palavra do Site:
Estamos tranqüilos quanto a nossa postura de cobrir o possível esquema da Câmara de Ibaretama denunciado por João Vieira Picanço, as matérias publicadas foram baseadas em material colhido de nossas fontes, em nenhum momento usamos de má fé ou difamamos a Câmara Municipal de Ibaretama, publicamos sim o que denunciou Picanço, nosso trabalho é pautado pela responsabilidade e o respeito, vamos continuar acompanhando todo o desenrolar da novela da Câmara Municipal de Ibaretama doa a quem doer, se os advogados da Câmara não sabem a Lei de Imprensa foi revogada e as acusações feitas diretamente ao Editor-Chefe do Ibaretamanet.com e a Revista Central são altamente repugnantes e tenta barrar a liberdade de imprensa e a liberdade de Expressão, parâmetros essenciais para a manutenção da democracia, um município que não respeita a liberdade de expressão de seu povo está fadado ao colapso e jogado ao possível fracasso, econômico, educacional e social.

Parabenizamos o Ministério Publico por ter pedido a abertura de Inquérito Policial, só assim ficará claro que não fabricamos nenhum material e não acusamos ninguém, fizemos apenas o nosso trabalho de informar a população e vamos continuar fazendo.

O direito de resposta foi sempre concedido por nós que fazemos um jornalismo sério sem amarras e sem medo de publicar o fato como ele é, não acusem-nos daquilo que vocês mesmos usam para que depois não sejam vocês os prejudicados, aos outros vereadores da Câmara que acompanham tal desenrolar e não estão envolvidos, pedimos que usem da decência para também pedir investigação do que vem sendo denunciado por João Vieira Picanço, para que assim a democracia ibaretamense seja preservada e a informação seja respeitada.

Mais informações:
Comarca Vinculada de Ibaretama
(88) 3439 1056

Karpegeanne Vieira
Editor Chefe do Ibaretamanet.com

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...