Compre Agora

sábado, 30 de outubro de 2010

Estudante da Faculdade Católica auxilia promotor e advogado em Júri


Ele recebeu elogios inclusive do juiz presidente do Tribunal
Os acadêmicos do curso de Direito tem ciência de que a tão sonhada carreira na disputadíssima área jurídica é recheada de desafios. Fazer diferente é uma das plataformas para o sucesso profissional. Pensando assim um estudante do 5º semestre do curso do Direito da Faculdade Católica Rainha do Sertão em Quixadá, largou por quatro horas as teorias de sala de aula e partiu para a prática.
O universitário Roberto Alves Tavares teve três grandes experiências nas últimas semanas, na terça e quarta-feira da semana passada e na terça-feira última, ele auxiliou o promotor de Justiça, Dr. Rafael de Paula Pessoa Morais, e na quarta-feira, deu suporte ao advogado Dr. José Dauci Silva.  Em um dos julgamentos, Tavares explicou aos jurados do Tribunal do Júri sobre crime impossível. Segundo o universitário, crime impossível é aquele que jamais poderia ser consumado em razão da ineficácia absoluta do meio empregado ou pela impropriedade absoluta do objeto.
O advogado e o promotor, bem como o juiz Dr. Fabiano Damasceno Maia, não mediram elogios ao acadêmico. Para ambos a sua apresentação diante dos setes jurados foi feito com muita segurança. Populares também elogiaram o estudante.
Roberto Tavares confessou que logo no inicio da primeira apresentação estava um pouco nervoso, mas como havia estudado o processo no silencio das madrugadas dominou o assunto com responsabilidade, “sabia que não podia errar de forma nenhuma, por isso tive que estudar o processo com muita cautela”, completou. No fim agradeceu a oportunidade.
Ele também recebeu muitos aplausos dos colegas de sala de aula pela coragem de enfrentar um Júri em pelo 5º semestre. Quem ficou também satisfeito foram os seus professores.
Jackson Perigoso
Revista Central

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...