Compre Agora

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Drogas e alcoolismo são temas de Audiência Pública em Quixeramobim


Atualmente, o curso atende 524 crianças de 19 escolas de Quixeramobim
A coordenação do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD, da cidade de Quixeramobim, no Sertão Central Cearense, realizou em parceria com a Câmara Municipal mais uma impor tante audiência pública, sob os seguintes temas: “Avaliação do PROERD nas escolas”; “Combate às drogas no município” e “Aquisição de viaturas”.
O evento contou com as presenças do Promotor de Justiça, Enéas Romero de Vasconcelos, do Policial Militar e atual monitor do PROERD em Quixeramobim, Renato de Oliveira, além de vereadores, representantes do CRAS, CREAS, Conselho Tutelar, escolas e ONG’s.
A audiência, presidida pelo vereador Everardo Júnior, teve início com o pronunciamento da coordenadora do programa, Maria José Damasceno, agradeceu ao legislativo que sempre têm aberto suas portas em prol de debates como este, com o intuito de desenvolver ações que minimizem tais problemáticas, através da união dos órgãos e entidades envolvidos.
O coordenador do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD, Renato de Oliveira fez um breve histórico do programa, que nasceu no ano de 1983, em Los Angeles, EUA, na tentativa de barrar o crescimento da violência e consumo de drogas que cresciam assustadoramente naquela época. Em razão do grande sucesso e eficácia o programa foi copiado em todo o mundo. No Brasil, teve sua implantação em 1992, chegando posteriormente ao Estado do Ceará no ano de 2000. Sete anos depois, o PROERD foi implantado em Quixeramobim, tendo obtido excelentes resultados. Nos últimos três anos, já foram formados 1.450 jovens no município.
O programa engloba crianças entre 9 e 12 anos, através de aulas sobre auto estima, respeito ao próximo, prevenção contras as drogas e a violência. Atualmente, o curso atende 524 crianças de 19 escolas de Quixeramobim, sendo aplicado à alunos de 5º ano.
Oliveira explicou que o programa só trouxe bons frutos. Disse ainda que o grande pilar desse processo é a prevenção. O monitor explicou que é muito mais fácil evitar que uma criança experimente algum entorpecente do que tirá-la do mundo das drogas posteriormente.
André Ricardo, conselheiro tutelar, ressaltou que as drogas estão presentes em todas as raças e classes sociais e que a família é primordial para a conscientização dos jovens.
O idealizador da ONG “Resgata-me de vez”, Jusciliano de Queiroz, enfatizou que é necessário atentar para o consumo racional do álcool. Segundo ele, as bebidas alcoólicas são a porta de entrada para as drogas ilícitas. Jusciliano atualmente coordena um centro de reabilitação para dependentes químicos, na localidade de Cupim. O centro atende 10 homens e sobrevive através de doações e apoio de voluntários.

Ana Gabrielly Frutuoso
Correspondente da Revista Central
Acesse também: Sertão Agora

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...