Compre Agora

sábado, 30 de outubro de 2010

Abatedouro clandestino é interditado na periferia de Quixadá


O local estava bem higienizado, porém, sem licença e no fundo de uma residência.
Fiscais da Vigilância Sanitária e da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará, realizaram uma operação com objetivo de fechar os matadouros clandestinos na cidade de Quixadá, no Sertão Central cearense. Os agentes interditaram um na periferia da cidade.
A fiscalização tem objetivo de prevenir que carnes irregulares e fora dos padrões adequados sejam consumidas pelos populares. O Abatedouro interditado funcionava no fundo de uma mercearia, cuja mesma também é a residência dos proprietários, no bairro São João entre as ruas Chile com Argentina.
Segundo a proprietária do estabelecimento, Maria de Lurdes, 30 anos, se defende afirmando que o abatedouro tem cerca de 10 anos, neste intervalo, sempre teve a licença da Vigilância Sanitária, porém, no último ano que se venceu não conseguiu renovar. Lurdes disse ainda que um fiscal da própria vigilância não soube explicar o motivo de não poder renovar, porém, disse que trabalhasse mesmo assim. “O fiscal mesmo não fornecendo a licença, nos deu autorização verbalmente e assim agente vinha fazendo, mas pode ver que o nosso abatedouro é mais limpo do que o publico”, se defendeu. Agora os proprietários que faziam abate dos animais no abatedouro privado terão que dá continuidade no público. Alem da falta de licença, é proibido abate em fundo de quintal.
O matadouro público de Quixadá tem enfrentado um verdadeiro caos de higiene, sendo o diretor do Departamento Municipal de Bens e Serviços Públicos -Demasp, Helano Bezerra, responsável pela fiscalização, garante que o estabelecimento vai passar por uma reforma, cujo valor de R$ 750 mil já estão assegurado pelo Governo do estado.
A reportagem da Revista Central constatou que de fato no local não havia odor e tampouco sujeiras. O local estava bem higienizado, porém, sem licença e no fundo de uma residência.
Reportagem: Jackson Perigoso
Revista Central

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...