Compre Agora

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Ação desastrosa do Pro-Cidadania provoca tumulto em Ibaretama.

Desrespeito ao idoso, perturbação da ordem publica e muita confusão, foi o que gerou uma ação desastrosa do Pro-Cidadania de Ibaretama, a confusão se estendeu das 21 horas da quinta-feira até a madrugada desta sexta-feira.

Tudo teria acontecido segundo informações de populares depois que agentes do Pro-Cidadania abordaram o dono de um comercio sobre um jovem possivelmente menor que jogava sinuca no estabelecimento, O suposto menor não portava documentos na hora para comprovação da idade o que levou o comandante dos agentes de Ibaretama Sr. Nazareno a determinar a apreensão das bolas e tacos da sinuca. A ordem teria contrariado o dono do estabelecimento que bateu boca com os agentes obrigando-os a pedir reforço da Polícia Militar.

O dono do estabelecimento foi detido e levado para Delegacia Regional de Policia Civil em Quixadá, a confusão não para por ai, segundo populares agentes do Pro-Cidadania teriam invadido o local mesmo com o estabelecimento fechado, os agentes tentavam deter o filho do Senhor que foi preso pela Polícia, este rapaz tem problemas mentais e estaria transtornado pela prisão do Pai, não obstante a Polícia Militar também provocou novo tumulto quando perseguiu o mesmo doente mental que andava de moto pelas ruas, sob a alegativa que o mesmo estava intimidando agentes do Pro-Cidadania.

Nas primeiras horas desta sexta-feira (29), populares foram acordados por gritos de uma senhora que já sofrera de um AVC e tem mais de 60 anos, a mesma é esposa do dono do estabelecimento que foi preso e mãe do doente mental que estava sendo perseguido pela PM, abalada a senhora gritava sem parar para que os PM’s parassem a perseguição.

Depois de muita conversa da Polícia Militar com populares e moradores que foram incomodados a polícia desistiu da ação.

Procuramos o coordenador do Pro-Cidadania de Ibaretama, Sr. Nazareno, sem gravar entrevista, Nazareno explicou que fez a abordagem normalmente e advertiu o proprietário do comércio sobre a ilegalidade de menores jogar sinuca, segundo Nazareno o dono do Bar conhecido por Babá teria desrespeitado os agentes do Pró-cidadania sendo dada ordem de prisão por desacato. 

A ação do Pró- Cidadania levanta as seguintes questões: Até que ponto pode agir o Pró-Cidadania? Qual seu papel na sociedade? Teriam os agentes, poder para prender por desacato? Com a palavra as autoridades.

Mais informações:
Batalhão da Polícia Militar de Ibaretama
(88) 3439 1102 (orelhão)

Karpegeanne Vieira
Editor-chefe do Ibaretamanet.com

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...