Compre Agora

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Pesquisa Eleitoral para o Ceará: Cid Gomes em 1º e Roberto Pessoa em 2º


O jornal O Estado encomendou ao Instituto Zaytec Brasil pesquisa sobre intenção de votos, nas eleições de 3 de outubro, para governador do Estado, senador e presidente da República. O jornal começa a publicar hoje os resultados da pesquisa para governador do Estado, que indica a possibilidade de ocorrer polarização entre o governador Cid Gomes (PSB), caso confirme sua candidatura à reeleição, e o prefeito de Maracanau, Roberto Pessoa (PR) candidato assumido ao Governo do Estado. Amanhã, o jornal publicará a pesquisa para Presidência da República e na quarta-feira para o Senado Federal.

A pergunta estimulada da pesquisa, em três quadros com candidatos diferentes do PSDB e do PSOL, consolida a posição de Roberto Pessoa como candidato de oposição. No primeiro quadro, o resultado foi o seguinte:
Cid Gomes – 49,1%,
Hilário Marques (PT) – 1,7%,
João Alfredo (PSOL) – 2,3%,
Luiz Pontes (PSDB) 3,3%,

Roberto Pessoa (PR) – 17,7%,

Branco/Nulo – 6,2%,

Não Sabe/Não Respondeu – 19,7%.
Segundo quadro:
Cid Gomes – 49,6%,
Hilário Marques - 2,1%,

João Alfredo – 2,3%,

Marcos Cals (PSDB) – 1,5%,

Roberto Pessoa – 18,3%,

B/N – 6% e NS/NR – 20,2%.
Terceiro quadro, sem a participação de candidato do PSDB:
Cid Gomes –50,2%,
Hilário Marques - 2,1%,

Renato Rosseno (PSOL)– 1,2%,

Roberto Pessoa – 18,4%,

B/N – 6,9% e NS/NR – 21,2%.
Nas três situações, a pesquisa indica a vitória do governador do Estado no primeiro turno. Entretanto, Cid Gomes é o candidato com maior rejeição por parte dos eleitores entrevistados, com 21,3% que não votariam nele de jeito nenhum. Roberto Pessoa tem a menor rejeição, com um percentual de apenas 12,2%. Outro dado importante é o governador ser o mais conhecido dos candidatos, com 97,7% e o prefeito de Maracanau o menos conhecido – 72,5%.

Registro e controle
A pesquisa quantitativa, através de entrevistas pessoais, com aplicação de questionários estruturados e padronizados junto a uma amostra representativa da população pesquisada, foi realizada a pedido do O Estado e registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TER), sob o Protocolo Nº 4309/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Protocolo Nº 2385/2010. Desenvolveu-se, no período de 16 a 19 de janeiro de 2010, a partir de um levantamento de dados por amostragem com adoção de um método probabilístico e com representação em nível do Estado do Ceará. A amostra foi estabelecida tendo como referência o número de eleitores de cada município do Estado e a partir de uma estratificação, por Região Administrativa, ou seja, Metropolitana, Litoral Oeste, Sobral Ibiapaba, Sertão dos Inhamuns, Sertão Central, Baturité, Litoral Leste / Jaguaribe e Cariri / Centro Sul.
Tendo como referência o Anuário Estatístico do Ceará / 2008, são 184 municípios que compõem o Estado, agregando um conjunto de 5.645.315 eleitores (TSE-jul/2009). Nesse contexto, procedeu-se a uma escolha aleatória de 30% do número de municípios de cada uma das Regiões Administrativas, citadas anteriormente, perfazendo um total de 57 localidades. Dando continuidade, a definição do painel deu-se a partir da aplicação de um coeficiente de sistematização para selecionar os municípios a serem pesquisados, compondo-se dessa forma um conjunto de 2.479.117 eleitores, ou seja, 43,91% do total do Estado do Ceará.

Para a realização da pesquisa utilizou-se uma equipe de entrevistadores e supervisores devidamente treinada para o trabalho. As entrevistas foram individuais e domiciliares, feitas por meio de questionário estruturado, aplicando-se apenas um questionário por domicílio, respeitando as quotas pré-determinadas. Durante e após os trabalhos de campo, os questionários foram submetidos a uma fiscalização, com filtragem de 100% dos questionários e checagem de 20% para atestar a realização das entrevistas, a adequação dos entrevistados aos parâmetros amostrais e a fidedignidade dos dados apurados, garantindo-se, dessa forma, o grau de precisão dos estimadores, em função dos parâmetros previamente estabelecidos.

TAMANHO DA AMOSTRA
Considerando um erro de amostragem de 2,43% um nível de confiança de 95,00%, o que estabelece sob a curva normal um escore de 1,96 e, mais uma variância máxima de 50,00%, estima-se para o Estado do Ceará uma amostra de 1.620 questionários. Por fim, mantendo-se os mesmos parâmetros estabelecidos para a definição do painel amostral, ou seja, um nível de confiança de 95,00%; e uma variância máxima de 0,25, é possível fazer a projeção dos resultados da pesquisa para a Região Metropolitana de Fortaleza, com um erro de 3,76% e, para o Município de Fortaleza, adotando um erro de 4,15%.
Fonte: Revista Central com informações do Jornal O Estado

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...