Compre Agora

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Arborização diminui sensação térmica em Ibaretama


A Cidade de Ibaretama certamente está levando destaque frente a toda essa onde de calor que tem assolado nosso Sertão Central e todo o mundo. A arborização da cidade tem proporcionado aos Ibaretamenses uma sensação térmica mais agradável, fato já esperado, pois essa é a função das arvores.

Uma árvore de porte médio tem o mesmo poder de resfriamento de (4) quatro maquinas de ar condicionado. Assim como ocorre com as ondas de calor, também as ondas sonoras têm sua energia freada, quando se chocam com a barreira das árvores, ao bater nas folhas o som é em parte absorvido, e parte desviado de seu curso, tornando-se menos intenso ou sendo inteiramente eliminado. Uma árvore com 10 metros de altura absorve cerca de 250 litros de nutrientes que estão dissolvidos no solo, transportando-os até o mais alto de suas folhas, as folhas por sua vez, absorvem o gás carbônico (Co2), matéria bruta para a transformação dos sais minerais em carboidratos, e a luz do sol, da qual todo o sistema da árvore depende para se desenvolver, este processo chama-se Fotossíntese: foto=luz, e síntese=colocar junto. Durante este processo uma árvore de porte médio, libera aproximadamente 2 metros cúbicos de oxigênio puro.  

A cidade de Quixadá pelo contrario, não pode contar tão efetivamente com este efeito, sendo percebido na reportagem “Pouca arborização em Quixadá aumenta sensação de calor” divulgada pelo site Revista Central. Vimos que ambientalistas até tentaram, no entanto vândalos interferiram no processo, sinal de uma falta de conscientização e fiscalização por parte do poder publico de seu patrimônio. O poder publico realmente não é culpado de tudo, no entanto assim como a população é co-responsável pelo seu meio, a isso chamamos de Meio Ambiente, conjunto formado pelos interações entre natureza e homem. Na verdade o que acontece em Quixadá nada mais é que o mal do século, pessoas caminhando cada vez mais para um individualismo e deixando de lado a coletividade. Somente quando dermos as mãos em torno dessa causa é que sobreviveremos ao processo de extinção humana.

Vi cada árvore de Ibaretama ser plantada por volta de 1997, hoje já está com 13 anos e ai estão os lucros desse investimento. Por diversas vezes também vi pessoas cuidando das arvores que ficam em frente a sua casa, cumprindo assim sua parte. Resultado, natureza e homem junto aqui fazem com que tenhamos sombra em qualquer época do ano que visites Ibaretama.

No jogo pedra papel e tesoura o papel que é feito da arvore derrota a pedra, porque a envolve, em Quixadá a cidade das pedras, poderia incluir as arvores na luta pelo clima.  E entrar no jogo para a mudança de seu modo de vida e mudar assim seu clima social e conseqüentemente ambiental.

Reportagem:  Getúlio Freitas

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...