Compre Agora

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Itapiúna tem novo prefeito


O município de Itapiúna, distante de Fortaleza aproximadamente 110 Km., escreve uma nova história nas páginas do seu cenário político. Por volta das 14h00min., de hoje(25), os senhores: Luiz Freitas Cavalcante e João Everardo Freitas,(PDT) candidatos nas eleições municipais de 2008, ficando com a segunda colocação no número de votos recebidos, foram empossados na Câmara Municipal. A convocação se deu por conta da cassação dos diplomas pela Justiça Eleitoral, dos senhores: Felisberto Clementino Ferreira e Átila Martins Medeiros, prefeito e vice-prefeito eleitos respectivamente na mesma eleição. O caso, entra para a história política do município de aproximadamente 20 mil habitantes, e fica encravado entre o maciço de Baturité e Sertão Central. Diário Online de Caio Prado. (Informações colhidas via telefone do Sr. Ednardo Nascimento, funcionário da Casa Legislativa Municipal).

ENTENDA O CASO:O juiz eleitoral de Itapiúna, Felipe Augusto Rola Pergentino Maia, julgou, nesta quarta-feira (05/08), procedente a representação impetrada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), por meio da promotora de Justiça daquela cidade, Flávia Soares da Silva, solicitando o afastamento do prefeito e vice-prefeito eleitos no último pleito, Felisberto Clementino Ferreira e Átila Martins de Medeiros, respectivamente, candidatos pela Coligação Itapiúna Feliz(PCdoB/PR/PSDB/PHS/PRB). Os réus terão seus diplomas cassados e, consequentemente, perderão os seus cargos, pela prática de condutas contrárias às normas que disciplinam a arrecadação e os gastos de campanha. Segundo a sentença proferida pelo juiz, os candidatos que ficaram em segundo lugar deverão assumir a Prefeitura Municipal de Itapiúna no prazo máximo de 48 horas a contar a partir de hoje. Segundo o MPE, os réus efetuaram gastos ilícitos com camisetas distribuídas a eleitores e não contabilizaram, igualmente, as receitas e os gastos referentes ao uso de 19 veículos em determinado ato de campanha, quase às vésperas das eleições, com a agravante de que parte desses bens se revestia de natureza pública. Do Jonas Melo.

DEZEMBRO/2009:
Por unanimidade, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral cassou, na última sexta-feira (18), o diploma do prefeito de Itapiúna, Felisberto Clementino Ferreira, e do seu vice, Átila Martins de Medeiros, ambos da coligação PSDB, PR, PRB, PHS e PC do B. Os dois foram acusados de captação indevida de recursos e gastos não declarados na prestação de contas como o uso de 19 caminhões em campanha. Primeira instância Felisberto Clementino Ferreira e o vice haviam sido cassados em primeira instância e o pleno manteve a sentença. O Ministério Público Eleitoral e o PDT haviam questionado a eleição do prefeito e do vice. O pleno decidiu também convocar para assumir, o segundo colocado na disputa, Luis Cavalcante de Freitas do PDT, conhecido como Vausto. A decisão ainda cabe recurso.Portal Verdes Mares.

Fonte: Diário Online de Caio Prado

Um comentário:

Anônimo disse...

parabens a justica por faz juste...

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...