Compre Agora

domingo, 7 de fevereiro de 2010

BOMBA: MAIORIA DOS PREFEITOS DESVIA VERBAS FEDERAIS - Segundo o Informativo Heitor Ferrer 07.02.2010


MAIORIA DOS PREFEITOS DESVIA VERBAS FEDERAIS
Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, o Deputado Heitor Férrer afirmou que a maior parte dos prefeitos do Brasil é de larápios. Ele arrimou-se em informações da Controladoria Geral da União, publicadas na Revisa ISTO É, segundo a qual 95% dos prefeitos do Brasil desviaram verbas federais. “Quase todos os prefeitos municipais desviam recursos em benefício próprio. Apenas 5% dos municípios do Brasil constituem a exceção a essa regra tão condenável. Isso sem falar naqueles dirigentes que estão à frente de instituições e que também roubam, em sua grande maioria”, comentou.

HEITOR NÃO ESTÁ PREOCUPADO COM O QUE PENSAM OS PREFEITOS
“Eu disse claramente que 95% das prefeituras brasileiras desviam dinheiro público, como está na reportagem da Revista “ISTO É”, e que é verdade”, afirmou o Deputado Heitor Férrer, observando que não tem a menor preocupação com o que pensam os prefeitos, pois levou os fatos à tribuna da Assembleia, para que a população fique a par do que é feito com o dinheiro que vem dela. O deputado aproveitou para informar que para toda doação que sai de seu gabinete da verba concedida pelo Executivo a cada deputado, envia requerimento ao Tribunal de Contas do Estado e dos Municípios para que fiscalizem, através de auditoria, a execução do projeto.

HEITOR COBRA REGULAMENTAÇÃO DO PCCS DOS FAZENDÁRIOS
O Deputado Heitor Férrer cobrou a regulamentação de uma lei que trata de alterações do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) dos servidores da Secretaria da Fazenda (Sefaz). A lei foi aprovada no dia 12 de maio, em regime de urgência, por solicitação do governador do Estado. Até a presente data, porém, o Governador não regulamentou a lei.

AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA DISCUTIR EMPRÉSTIMOS DOS SERVIDORES
O deputado Heitor Férrer informou que na próxima quinta-feira, dia 12 às 14:30 horas, ocorrerá, na Assembleia Legislativa, audiência pública para tratar das consignações no contracheque dos servidores públicos estaduais. Ele destacou que foi depois do decreto do Governador Cid Gomes, feito para proteger o salário de quem devia a bancos, que o servidor passou a viver o drama de ter o saldo de sua conta corrente confiscado pelo banco, ficando com saldo negativo.

Fonte: Tony Nascimento - Ceará Noticias com informações do www.heitorferrer.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...