Compre Agora

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Dom Adélio Tomasin e José Nilson deixam cargos da Faculdade Católica


O clima entre as duas correntes da Diocese de Quixadá parece que não conseguiram unir em prol de um mesmo objeto, contribuir com o desenvolvimento de Quixadá e da região do Sertão Central, segundo informações extras oficiais de fontes a reportagem da Revista Central, o bispo Emérito Dom Adélio Tomasin não chegou a um denominador comum com o bispo maior Dom Ângelo Pignolli. Tomasin entregou por meio de uma carta a sua renuncia do cargo de chanceler da Faculdade Católica Rainha do Sertão, instituição a qual com muito esforço fundou.
Após a renúncia de Dom Adélio o diretor geral da Faculdade Católica e fiel escudeiro do bispo emérito, José Nilson Ferreira Gomes Filho, também renunciou o seu cargo. O motivo da renuncia de José Nilson foi motivado em solidariedade a dom Adélio.
A discórdia entre os dois bispos teve o seu apogeu em outubro do ano anterior, quando Dom Ângelo resolveu criar uma auditoria para investigar as contas da faculdade, a atitude foi o pingo d’água para a grande discórdia entre as duas maiores autoridades da igreja romana.
Na carta divulgada a imprensa em novembro de 2009, Dom Ângelo disse que a auditoria tratava-se de uma medida de acompanhamento e controle, legítima e normal numa administração moderna.
Em dezembro de 2009 uma comissão foi a Roma pedir a saída de Dom Ângelo da diocese de Quixadá, mas no inicio de janeiro de 2010, Dom Ângelo foi a Roma resolver o problema que dividiu a igreja.
Com a renúncia de Dom Adélio possivelmente ele não fique mais na cidade dos Monólitos lugar que já recebeu titulo de cidadão e que ele mesmo disse que se sente filho da terra.
Dom Adélio deixa a Faculdade Católica Rainha do Sertão com o sentimento de dever cumprido, os novos desafios ficam para quem assumir o controle da maior faculdade do Sertão Central e cerca de 2.000 alunos. 
Fonte: Revista Central de Quixadá.

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...