Compre Agora

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Câmara Municipal de Ibaretama cassa mandato do Vereador Picanço

Vídeo da bagunça da Sessão passada divulgado pela Revista Central pode ter agravado situação de Picanço com os demais vereadores.

Ao contrário do que aconteceu na sessão passada, a Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Ibaretama desta sexta-feita, 17, transcorreu na mais perfeita ordem, todos os vereadores presentes na sessão discursarão sobre os mais relativos problemas da população de Ibaretama, claro que o Vereador João Vieira Picanço e José Maria Cunha continuaram a trocar farpas em seus discursos.

Mais o que surpreendeu a todos foi um requerimento colocado pela vereadora de oposição Elíria Maria Freitas de Queiroz que pedia ao plenário da casa para punir o vereador João Vieira Picanço com a perca do mandato. O Vereador já havia perdido o cargo de presidente quando sofreu processo na mesma casa em junho deste ano. Segundo a vereadora a decisão da casa de afastá-lo somente como presidente feria a lei, já que segundo a vereadora todas as denuncias foram apuradas e dadas como procedentes gerando um relatório final que culminou no afastamento do presidente.

No relatório final a vereadora pediu que fosse aplicada a pena de cassação do mandato de vereador de João Vieira Picanço, a vereadora já havia enviado este requerimento há algum tempo, hoje, o Presidente da Casa vereador Francisco Oliveira Filho lavrou um Decreto Lei atendendo ao pedido da vereadora que puniu o vereador João Vieira Picanço com a perca do mandato. O ato deu por finalizado o processo do Caso Picanço na Câmara Municipal de Ibaretama.

Durante a leitura do decreto, o vereador João Vieira Picanço ironizou aplaudindo a decisão do Legislativo Municipal, o vereador Carlos Augusto saiu em defesa de Picanço dizendo que a decisão estava sendo dada de forma irregular “Eu até hoje, com cinco mandatos nunca vi um absurdo desses, da maneira como estão fazendo” disse o vereador Carlinhos em defesa de Picanço.

As imagens da Sessão da semana passada divulgadas com exclusividade pela Revista Central nesta quarta-feira, pode ter agravado a situação do vereador Picanço, nas imagens o vereador insulta os demais dizendo que tem provas de crimes cometidos por eles, o fato teria irritado ainda mais os vereadores da casa que viram o nome do Legislativo de Ibaretama ser desmoralizado. Em nota a Revista Central divulgada hoje, o presidente da casa Francisco Oliveira Filho dizia que o legislativo tomaria todas as providências cabíveis para punir que tentou denegrir o nome do legislativo de Ibaretama.

O vereador João Vieira Picanço deixou o plenário dizendo que iria provar que todos são ladrões, “vou provar que tudim é ladrão, vou provar que todos eles são corruptos” disse Picanço.

Em entrevista à Revista Central de Quixadá o ex-vereador João Vieira Picanço disse: “A Câmara da Ibaretama Karpegeanne, virou um tribunal de inserção, eles me negam todo tipo de documento, eles fazem o que querem, porque, eu resolvi como eu tinha dito, que ia abrir a Caixa Preta e dizer que existe uma corrupção plantada dentro desta Câmara Municipal” e completa assumindo seu erro “eu errei, como eu tenho dito várias vezes, porque eu pagava duas assessorias a dois laranjas, cada vereador recebia duas assessorias de laranjas, eu tenho toda essa documentação aqui, tem um acordo assinado pelos próprios vereadores, que eu fico na obrigação de repassar quatro mil e quinhentos (R$ 4.500,00)para cada vereador, e eu por ter me revoltado e não ter mais pago as assessorias, por que eu entendia que isso era errado, eles resolveram me afastar. Mesmo assim me afastando da presidência eu continuei a mostrar a população de Ibaretama que meu afastamento era ilegal” Picanço completa dizendo que está com audiência marcada nesta segunda-feira em fortaleza com uma comissão do ministério publico para apresentar sua denuncia com todas as provas que diz ter contra vereadores de situação. Na entrevista o vereador cassado conclui dizendo “Eu vou provar que há 22 anos tem uma quadrilha plantada dentro da Câmara de Ibaretama para se beneficiar do dinheiro publico” Concluiu o vereador cassado.

Picanço disse que vai acionar a justiça e procurar seus direitos, já a vereadora Elíria Queiroz relatora do processo que resultou na cassação de Picanço disse em entrevista a nossa equipe que pediu a aplicação da pena máxima de cassação do mandato do vereador Picanço por entender que a denuncia contra ele apresentada teve procedência. “Na verdade João Vieira Picanço estava cassado, só não tinha sido feita a punição dele” disse a vereadora que garantiu que se a denuncia de Picanço tiver fundamento também vai querer investigar os demais vereadores.

A Câmara Municipal de Ibaretama não falou através de seu presidente ou assessor jurídico, segundo a assessoria, a casa divulgará um comunicado oficial com esclarecimentos do ocorrido até a próxima segunda-feira.

Vídeo da leitura do Decreto Lei (imagens de celular)




Mais informações:
Câmara Municipal de Ibaretama
(88) 34391059


Karpegeanne Vieira
Correspondente da Revista Central em Ibaretama

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...