Compre Agora

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Secretário de Agricultura do Estado poderá visitar Ibaretama

Por Karpegeanne Vieira

O Programa ProJovem Campo é exemplo para o estado, a Unidade Técnica de Ibaretama é a mais avançada até agora.

UTD Ibaretama / Foto: Alex Pimentel
O município de Ibaretama, Região Centro do Estado, poderá receber em visita oficial do Secretário de Agricultura do Estado, José Nelson Martins, a visita do secretário está sendo articulada por articuladores e beneficiários do Programa ProJovem Campo de Ibaretama.

Segundo o articulador do Programa em Ibaretama, Ednaldo Calixto, o município de Ibaretama tem uma das Unidades Técnicas de Demonstração (UTDs) mais avançadas do estado, “a unidade está bem avançada, superou nossas expectativas, apesar das dificuldades estamos muito a frente de outros municípios” disse Edinaldo Calixto.


A vinda do secretário é para constatar que o programa realmente dá certo se for bem articulado, o programa do Governo Federal em parceria com o Governo do Estado já beneficia mais de dois mil jovens divididos em 36 municípios entre eles o município de Ibaretama, o programa atende hoje quarenta e oito jovens de 18 a 29 anos na comunidade de Pedra e Cal e no Assentamento Canafístula.

No ultimo dia 25 jovens representando movimentos sociais se reuniram com o coordenador estadual de políticas públicas do Governo do Estado, Ismênio Bezerra, na pauta a cobrança para a instalação de internet nos assentamentos onde serão implantadas as UDTs, no município de Ibaretama isso já acontece, os jovens ainda solicitaram a demarcação de terras indígenas e a inclusão de políticas voltadas para a pesca oferta.

Sertão Central
Além de Ibaretama, o programa está sendo implantado em Banabuiú, Boa Viagem, Canindé, Itatira, Quixadá, Quixeramobim, Madalena e Mombaça, Segundo o coordenador estadual o ProJovem foca a multiplicação de “saberes” e participação cidadã com a promoção de experiências de atuação agroecológica nas produções agrícolas familiares da comunidade.
Os jovens alunos são inseridos em arcos ocupacionais que envolvem as áreas de produção agrícola familiar abrangendo os setores de cultivo; sistema de criação; extrativismo, agroindústria e aquicultura. No ensino tradicional eles estudam as disciplinas de Língua Portuguesa, Inglês, Ciências Humanas, da Natureza, Matemática e Qualificação Profissional.


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...