Compre Agora

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Muricy afirma que seleção não é obsessão e faz lobby por Scolari


Treinador garante não ter sido procurado por ninguém da CBF e revela desejo até mesmo de ampliar seu vínculo com Fluminense, que vai até dezembro

Por Cahê Mota
Rio de Janeiro
muricy ramalho fluminense
Muricy: sem obsessão em assumir a seleção
(Foto: Wallace Teixeira/Photocamera)
Muricy Ramalho falou nesta quarta-feira, nas Laranjeiras, pela primeira vez sobre a possibilidade de assumir o comando da seleção brasileira. E tratou a especulação envolvendo seu nome para o lugar de Dunga com muita naturalidade. Mais do que isso, com muita sinceridade. Tanto que deixou de lado a vaidade, vestiu a camisa de torcedor e pediu Luiz Felipe Scolari.
Fazendo coro com as primeiras declarações do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, o treinador do Fluminense ressaltou a importância da presença de um comandante experiente para suportar a pressão de um processo de renovação.
- Sabemos que é uma responsabilidade muito grande pela Copa ser no Brasil. Como técnico, é difícil falar. Como torcedor, sei que são muitos técnicos e o mais cotado é o Felipão. Já ganhou e vai ser importante para esta renovação. Há desgastes no começo, caso não venham os resultados, e é fundamental que exista um técnico que tenha crédito. No papel é fácil, mas quando a bola rolar ninguém vai querer saber de renovação. Vai existir a cobrança. Se a CBF e o treinador não forem fortes, é difícil segurar.
Apesar de honrado com as notícias envolvendo seu nome, Muricy garantiu não ter o cargo como obsessão.
- Não tenho loucura com isso, não durmo pensando nisso e não trabalho só para isso. Há treinadores que usam o marketing para alcançar objetivos, mas eu sou discreto. Acho que o cara para chegar a determinado lugar tem que fazer por merecer, não entrar por indicação ou por ser boa gente.
O treinador do Fluminense disse que o mais importante deste período de especulações é o reconhecimento pelo trabalho bem feito nos últimos quatro anos. E lembrou que após a Copa da Alemanha, quando ainda estava no início de sua passagem mais recente pelo São Paulo, seu nome também esteve cotado.
Fred Muricy Ramalho treino Fluminense Mangaratiba
Satisfeito no Flu, ele pensa até em ampliar o
contrato (Foto: Wallace Teixeira / Photocamera)
- É importante pelo trabalho que é desenvolvido. Isso chama a atenção e quando existe a possibilidade o nome é lembrado. Aconteceu também em 2006, meu nome foi muito citado, mas a oportunidade foi dada ao Dunga.
Interesse até em ampliar seu vínculo
Por fim, Muricy Ramalho garantiu não ter sido procurado por ninguém da CBF e demonstrou interesse até mesmo em ampliar o vínculo com o Fluminense.
- Se tivesse alguma coisa, eu não esconderia. Não existiu nenhum contato. Nada. A intenção é até alongar meu contrato no Fluminense. Quero fazer um grande Campeonato Brasileiro. Meu pensamento está aqui.
Muricy Ramalho tem contrato com o Tricolor até o fim de dezembro, com opção de renovação por mais dois anos.
Do G1 da Globo

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...