Compre Agora

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Arca das Letras: Minibiblioteca em plena zona rural de Ibaretama

Por Jackson Perigoso
A iniciativa de levar o projeto partiu do vereador Picanço.

Em plena zona rural do município de Ibaretama, Sertão Central do Ceará, um projeto tem mudado a rotina de muitas crianças e adolescentes da pequena comunidade de Alivio dos Cabral, aproximadamente 6 quilômetros da zona urbana. O projeto Arca das Letras que tem como objetivo implantar minibibliotecas nos assentamentos rurais da reforma agrária tem dado oportunidade a cerca de 60 crianças e adolescente daquela vila rural.
A coordenadora do projeto na comunidade, Ângela Melo Oliveira, 37 anos, é também professora do ensino fundamental, fez questão de ressaltar a importância da biblioteca, “as nossas crianças e adolescentes não tinham oportunidade de ler se quer um livro no fim de semana e agora eles vem pra cá e se divertem”, fala orgulhosa a educadora.
Segundo o vereador João Vieira Picanço, ele estava visitando a comunidade quando percebeu que as crianças e os adolescentes não tinham se quer um livro para ler e perguntou a professora se ela topava ceder a sua casa para implantar uma minibiblioteca, “estava em um fim de semana visitando as comunidades rurais de Ibaretama, quando percebi que aquelas crianças não tinham se quer um livro pra ler, foi então que mobilizei a secretaria estadual de educação e conseguir trazer o projeto para essa comunidade”.
O projeto Arcas das letras comporta cerca de 230 livros – são enviadas às comunidades rurais após consulta aos moradores para se determinar seus interesses e necessidades. "Fazemos um levantamento de cada comunidade antes da entrega; depois de algum tempo, fazemos uma avaliação de como a arca é utilizada", relata Cleide Soares, a animada coordenadora geral de Ação Cultural do MDA. Graças ao apoio do Ministério da Justiça, as arcas são fabricadas por presidiários de Petrolina e Mossoró, que muitas vezes indicam suas próprias comunidades para receberem as arcas. Outras parcerias incluem os ministérios da Educação e Cultura, o Banco do Nordeste, o Programa Nacional de Crédito Fundiário, o Projeto Dom Helder Câmara, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e, desde dezembro do ano passado, o Banco do Brasil.
A coordenadora na comunidade de Alivio dos Cabral,  faz questão de dizer que o acervo de 250 livros não é suficiente para a comunidade, porém, espera receber mais, principalmente livros mais avançados do ensino Fundamental e Médio. Ângela Melo elogia a iniciativa e trabalho do parlamentar municipal.
Para fazer doação de livro para esta comunidade basta entrar em contato: 088 9208-1662

Mais Informações:
Ministério do Desenvolvimento Agrário Coordenadora Geral de Ação Cultural fone: (61) 411-7497 / 411-7868 / fax: (61) 327-7160 www.mda.gov.br / arcadasletras@mda.gov.br Liga Brasileira de Editoras www.libre.org.br fone: (11) 3661-2881
Revista Central de Quixadá

Um comentário:

Anônimo disse...

parabéns pela iniciativa do parlamenta joão vieira picanço pela preocupação da professora angela,mas embora sabemos quer nunca é tarde pra recupera o tempo perdido, pois moro na mesma comunidade alivio dos cabral nunca o parlamenta nem tão pouço a professora angela se dirigir a secretária no municipio pra revendica livros pra aquelas crianças tão pobre nem vez nem voz como dizer os dois preocupado com o ensino é aprendizagem daquelas crianças...a professora angela quer já atua na areia há 20 anos como professora preocupada com aprendizado das mesma seus alunos foram alvo do baixo indice de falicia em leitura é escrita, cadê seu compromisso de forma leitores professora?enguando a parlementa ñ tem muito a comenta só andou naquela localidade este periodo eleitoreiro levado por terceiro pois se manda ir só jamais acertava o caminho,deixe de engana o povo D.picanço respeite o povo... gente da comunidade de alivio a parlementa está trocando voto enganando vcs dizendo trazer coisa diferente,facamos um analis,ele dizer q já esta trabalahando na ibaretama há mas de 20anos porque ele ñ trouxe antes?porquer só agora quando o mesmo diz quer vai dá de voto 500 voto pra deputado dele,gente ele está nogociando a inocencia de vcs do alivio em troça do voto de vcs apoiada pela professora angela...

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...