Compre Agora

domingo, 4 de abril de 2010

Vai ser por WO: Por que ninguém quer enfrentar Cid?

O prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), desistiu de concorrer à sucessão de Cid Gomes. Com isso, nenhum nome de algum destaque da política cearense deve concorrer contra o governador.


Caminho praticamente livre para a reeleição do governador Cid Gomes (PSB). Ontem, após uma semana de mistério, o prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), não será mais candidato ao Governo do Estado. Único nome de peso a, até então, demonstrar disposição para enfrentar Cid nas eleições de outubro, Pessoa desistiu em função da falta de apoio político para ter chances de competir com a aliança pluripartidária que deverá sustentar a campanha do atual governador.

A decisão sobre sua desistência de disputar o Palácio Iracema foi fechada no início da tarde de ontem, após reunião com o presidente estadual do PR, Lúcio Alcântara, o presidente estadual do PPS, Alexandre Pereira, e outras líderes das duas legendas. Ontem foi também o prazo final para desincompatibilização de pessoas com qualquer cargo no Executivo que quisessem pleitear algum outro posto nas próximas eleições.

Antes de abandonar a disputa, entretanto, Pessoa tentou de todas as formas conquistar apoio. Sua última esperança de conseguir viabilizar uma candidatura era trazer para o seu arco de alianças o PSDB do senador Tasso Jereissati. Por isso, na última quarta-feira, foi até São Paulo tentar negociar o seu palanque no Estado com o candidato do partido tucano à Presidência, José Serra. Na ocasião, segundo o prefeito, Serra teria se mostrado interessado em ter o apoio de um candidato a governador no Ceará.

As negociações, entretanto, esbarraram no desejo de senador Tasso Jereissati de apoiar a reeleição do governador Cid Gomes. Sugundo o tucano, faltariam apenas ``alguns arranjos`` para ele e Cid firmarem aliança para a disputa que acontece daqui a seis meses. Ao mesmo tempo, o cacique do PSDB no Ceará garantiu que José Serra não ficará sem palanque no Estado, mesmo com Cid apoiando a candidatura do irmão & o deputado federal Ciro Gomes (PSB) - ou a ex-ministra Dilma Rousseff (PT). ``Sou candidato a senador e o palanque do Serra sou eu``, disse Tasso, na última quarta-feira.

O segundo melhor
De acordo com a última pesquisa Datafolha de intenção de votos para as próximas eleições, Roberto Pessoa era o pré-candidato mais bem colocado depois do governador Cid Gomes. O prefeito de Maracanaú chegou a aparecer com 14% dos votos, contra 53% de Cid, num cenário em que disputava ainda Renato Roseno (Psol) - que não irá entrar na disputa deste ano.


E-Mais
>> Ontem, a assessoria do prefeito Roberto Pessoa comunicou que enviaria nota justificando a desistência dele em concorrer ao Governo do Estado. Entretanto, até as 21h50min, a nota não chegou. A assessoria disse ainda que Pessoa não daria entrevista.


E-Mais

O QUE É WO

>Abreviatura da expressão inglesa walk over, que significa vitória em uma competição esportiva função da desistência, por não comparecimento, do adversário.

>A expressão tem origem no turfe, referindo-se a corrida na qual havia apenas um cavalo inscrito e, ainda assim, ele precisava obrigatoriamente cumprir a formalidade de percorrer o trajeto inteiro para ser declarado vencedor.

Fonte: artigo Empréstimos linguísticos no vocabulário do futebol, de João Machado de Queiroz, disponível em br.monografias.com/ trabalhos/ vocabulario-futebol/ vocabulario-futebol.shtml


ENTENDA O CASO

25/9/2009

>Em evento de filiações do PR, o prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, ouve apelos para que concorra ao Governo do Estado. Ele diz, contudo, que seu projeto é concorrer à Prefeitura de Fortaleza em 2012. Acrescenta, contudo, que não deixaria o ``cavalo selado`` passar.

28/9
>Roberto Pessoa se reúne com o senador Tasso Jereissati (PSDB) e com o presidente regional do PPS, empresário Alexandre Pereira, no escritório de Tasso. Na pauta, uma possível aliança eleitoral.

14/10
>Roberto Pessoa anuncia que, até o prazo limite, irá se desincompatibilizar do cargo de prefeito para concorrer ao Governo do Estado. Ele comunicou a decisão aos secretários. ``Eu já tô com 66 anos e não tenho idade para aventuras. A minha disposição é sair candidato mesmo``. Ele sinaliza disposição de se aliar com PT ou PSDB.

24/11
>Tensão pré-eleitoral em alta. Em entrevista à TV O POVO, o irmão e então chefe de Gabinete do governador Cid Gomes, Ivo Gomes, chama Pessoa de ``arrogante`` e ``prepotente``. E demonstra temor em relação ao nível da campanha do possível adversário. ``Pode esperar que teremos a campanha mais baixa da nossa história``. O prefeito disse que não perderia tempo respondendo a uma pessoa que ``não tem voto``, mas provocou o governador: ``(Cid) não vem podendo inaugurar obra ou dar ordem de serviço em alguns municípios com medo de ser vaiado``, afirmou.

18/12
>Pessoa anuncia que já trabalha com calendário de transição para deixar a Prefeitura e ser candidato. Informa ainda que negocia com o publicitário Duda Mendonça para fazer sua campanha.

Março de 2010
>Aliado de Pessoa, o vereador de Maracanaú, Raimundo Travasso (PMDB), organiza o movimento ``Fica, Roberto, pela permanência do prefeito.

25 de março
>Pessoa vai a Brasília e discute sua situação com a direção do partido. Mas já não demonstra mesma segurança quanto à candidatura. ``Mantenho a pré-candidatura, mas só respondo essa pergunta (se será mesmo candidato) dia 2``, disse a reportagem. No mesmo dia, encerra-se o prazo para que algum filiado ao PT propusesse apoio a um candidato de fora do partido. É protocolada proposta de apoio a Cid Gomes (PSB). Ninguém defende apoio a Pessoa, o que lhe fecha a porta para acordo com o PT.

31 de março
>Em um movimento para tentar manter a candidatura viva, Roberto Pessoa se reúne com o pré-candidato à Presidência, José Serra (PSDB), e oferece sua candidatura como palanque para o PSDB no Ceará, uma vez que os tucanos não devem ter candidato.

Revista Central com informações do site O Povo

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...