Compre Agora

quarta-feira, 21 de março de 2012

Ministério Público afirma que não há proibição para divulgar nomes de bandidos

Sobre a agressão sofrida por nosso colaborador, o representante do Ministério Público lamentou o episodio.
Nos últimos meses a população de Quixadá e de outras 10 cidades que compõem o território do 11° Batalhão de Polícia Militar está sem puder saber os verdadeiros bandidos que amedrontaram e causas males a sociedade, isso porque após a chegada do Tenente-coronel- Francisco Paiva as informações foram reduzidas, também está sendo acusado de agressão física a um colaborador do portal Revista Central, ao tentar registrar um fato de natureza social, buscou impedir, usando a força brutal e os modus operandis de uma polícia da era da ditadura Militar.

Após o seu comandando os veículos de comunicação foram censurados e os dados antes fornecidos a imprensa sofreram mudança drástica, um dos autores dessa mudança foi simplesmente um soldado que parece ter status de general. Cujo há denuncia dando conta de que o mesmo presta serviço terceirizado, o caso será revelado em breve.
Refém das mudanças à população fica se puder saber dos inúmeros assaltos que estão acontecendo nesta região do Sertão Central.
Procuramos o Promotor de Justiça, Dr. Lúcidio Queiroz, garantiu que jamais nesta jurisdição foi enviado qualquer documento ao Comandando do 11° Batalhão Provisório no sentido de impedir a divulgação de dados de bandidos, traficantes etc, há simplesmente uma orientação de não divulgar os nomes de vítimas e testemunhas.
Sobre a agressão sofrida por nosso colaborador, o representante do Ministério Público lamentou o episodio. O caso já foi registrado na delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá, bem como, também será denunciado na Corregedoria da PM e no Comando Maior da corporação para apurar o caso.
Resta saber se agora o Comando desse Batalhão Provisório ainda permanecerá com o argumento de que não envia os nomes dos bandidos por orientação ministerial, já que o próprio Ministério Público garantiu que não há restrição.
Destacamos ainda aos nossos leitores que alguns fatos ocorridos não foram divulgados pelo fato, como por exemplo, um assalto a um supermercado nesta terça-feira, sem dados, ficamos impossibilitados de divulgar.
O impasse será levado ao Comando Maior da Polícia Militar do Estado do Ceará, bem como o nome do soldado que está praticamente gerenciando a corporação.

Matéria Relacionada

Confira mais vídeos da RC TV (clique aqui
Mais Informações:
Quartel do Comando da 2ª Companhia do 1ª Batalhão Provisório em Quixadá
Rua Tenente Cravo - Campo Velho
Contato: (88)3445-1042  / 190

Diga não ao autoritarismo. Diga sim a liberdade de imprensa.


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...