Compre Agora

sábado, 24 de março de 2012

Câmara de Ibaretama repudia ação do comandante do 11ª Batalhão Provisório


Por Karpegeanne Vieira

O vereador Francisco Euzete, classificou como ato covarde do comandante da PM Quixadá.

Vereador Euzete fez um discurso mais duro Foto: RC
Vereadores de Ibaretama, no Sertão Central Cearense, repudiaram nesta sexta-feira, ação deflagrada pelo comandante da PM de Quixadá, Tenente-Coronel Francisco Paiva. Em sessão ordinária, na palavra facultada, os vereadores repudiaram ainda a ação do DETRAN-CE, segundo eles, existe um claro abuso de autoridade dos agentes.


O vereador de oposição, Carlos Augusto, frisou que a polícia deve correr atrás de bandido, “não podemos admitir um abuso desse, dentro de nosso município, o que vejo é que deve haver uma solução, é melhor trabalhar que roubar, precisamos procurar unir forças para que abusos assim não voltem a acontecer”, o vereador foi mais enfático quanto ao comportamento do Comandante e da PM, “vocês precisam combater o crime que está crescendo em nossa região, não correr atrás de cidadãos com arma em punho”.

O vereador Aldenor Queiroz, também condenou a ação do DETRAN, segundo o vereador é preciso haver uma solução rápida, já o vereador Claudio de Paula afirmou que dezenas de alunos estão prejudicadas e ficam a mercê dos horários de linhas convencionais que estão lotadas e sem atender a demanda, durante a sessão o mesmo vereador fez uma solicitação para a secretaria de educação do município coloque transporte para os estudantes do turno manhã.

O discurso mais duro foi do vereador de situação Francisco Euzete, em um discurso de dez minutos o vereador classificou a agressão feita ao profissional do portal Revista Central como sendo um ato covarde e absurdo. “Se o senhor Comandante estivesse presente diria que foi um ato covarde, desleal e irresponsável, passava pelo local quando vi cidadãos correndo e policiais com armas em punho como se tivessem lidando com bandidos”, em tonalidade forte o vereador considerou que o comandante agiu de forma desajustada e que nada justificaria a atitude tomada. “Desrespeito ao cidadão e a nossa cidade, ele já sabia que vinha enfrentar pessoas pacíficas, não precisava o uso da força, bater em um cidadão foi um ato desleal e covarde”, concluiu o vereador que fez questão de firmar repúdio ao ato do comandante.

A vereadora Elíria Queiroz, condenou a ação e defendeu a busca de legalização dos alternativos de Ibaretama, o vereador Joverlane Neles disse que defende manifestações pacíficas e pediu para que os alternativos sejam mais unidos e criem meios para a legalização da classe.

Mais informações:
Câmara Municipal de Ibaretama
(88) 3439 1059


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...