Compre Agora

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Bolsas dos Agentes Rurais estão atrasadas em todo estado

Por Karpegeanne Vieira

Bolsistas devem paralisar atividades e fazer manifestação caso o problema persista até sexta-feira (02).

Cerca de 740 agentes rurais em todo estado do Ceará estão com suas bolsas atrasadas, a reclamação partiu por parte dos próprios agentes, as bolsas de janeiro e fevereiro não foram repassadas e segundo os agentes a Ematerce órgão responsável, até o momento não deu nenhuma explicação ou previsão para o pagamento.

Cada agente rural recebe do Governo do Estado o equivalente a R$ 1.140 (hum mil cento e quarenta reais), a reclamação é que os agentes com esse valor são obrigados a dar assistência técnica em seus veículos colocando até o combustível, pelo acordo feito para adesão do contrato os mesmos tem que possuir veículo e não podem usar os veículos da Ematerce.


De acordo com os agentes rurais a Ematerce tem várias motocicletas paradas que não são usadas para dar assistência técnica no campo, tudo porque os agentes são proibidos de usá-las. “com nossas bolsas atrasadas como vamos dar assistência no campo, preciso colocar combustível na minha moto e ainda fazer revisão constante, sem o valor da bolsa fico impossibilitado” reclama um agente que não quis ser identificado. Têm agentes que prestam assistência fora de seu município de domicilio o que dificulta ainda mais a situação.

No ano de 2011 foi disponibilizado pelo Fundo Estadual de Combate a Pobreza o equivalente a 12 milhões de reais para operacionalizar o programa e atender 183 municípios, cerca de 740 agentes rurais fazem a assistência de pelo menos 69.900 agricultores e produtores rurais.

Ainda segundo os agentes a Ematerce não dá condições adequadas de trabalho e preocupa-se apenas com os números da assistência prestada sem se preocupar com as condições de trabalho dos agentes, nossa reportagem teve acesso a e-mail do diretor técnico da Ematerce, Walmir Severo Magalhães, no e-mail direcionado aos escritórios regionais, ele reconhece o atraso das bolsas e concede folga no período carnavalesco e para os que cumpriram os lançamentos de relatórios estão dispensados até o dia 02 de março, sendo reposto logo após dependendo da necessidade.

Criado em 2003 pelo Governo do Estado do Ceará o Programa Agente Rural (PAR) tem o objetivo de analisar e contribuir com meios tecnológicos para uma geração de emprego e renda no campo além de assistir os agricultores para melhoria das condições de vida de produtores assistidos pelo programa.

O Programa é operacionalizado pela Secretaria de Desenvolvimento Agrário através da Ematerce em parceria com prefeituras e órgãos e entidades parceiras, criado para fortalecer o sistema de extensão rural o programa é financiado com recursos oriundos do FECOP – Fundo Estadual de Combate a Pobreza através da FUNCAP - Fundação Cearence de Apoio ao Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico.

Nossa reportagem procurou a Ematerce enviando e-mail ao diretor técnico da entidade, o e-mail foi também enviado ao responsável pelo pacto federativo na secretaria de desenvolvimento agrário, mais até o fechamento desta matéria não recebemos nenhuma resposta. Os agentes preparam manifestação caso o problema não seja resolvido até sexta-feira (02). 


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...