Compre Agora

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Secretaria Agraria implantou 277 casas digitais no interior do Ceará

Por Redação
Em Quixadá, as comunidades rurais beneficiadas serão Boa Vista, Bonfim, Espinheiro, Lagoa do Mato e Fazenda Sussui. Já foi implantada em Tapuiará.
No Ceará, já existem 30 casas digitais em funcionamento. O projeto é coordenado pela Coordenadoria de Desenvolvimento Territorial e Combate à Pobreza Rural (Codet) e conta com investimento total superior a R$ 15,2 milhões, oriundos do Fundo Estadual de Combate a Pobreza (Fecop) e do Governo Federal. Cada casa recebe recurso de R$ 61.745 reais. O Projeto Casa Digital do Campo é uma ação do Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário e o Ministério das Comunicações.

Cada casa recebe kit contendo 10 computadores, um servidor de informática, uma impressora, um roteador Wireless, 10 estabilizadores, um datashow, mobílias (cadeiras, mesas e armário) e um ponto de Internet banda larga (Gesac).
De acordo com a coordenadora do projeto, Sandra Bandeira, a meta da SDA é inaugurar 151 casas digitais e contratar 30 facilitadores em 2012. Quinze desses facilitadores serão selecionados nas comunidades onde há Casa Digital. Eles irão formar em torno de seis mil Agentes de Inclusão Digital do Campo, atendendo 71 municípios e beneficiando cerca de trezentos mil moradores. Sandra Bandeira, adianta que a capacitação dos facilitadores iniciou em fevereiro e os cursos nas comunidades começam em março.
A comunidade entra com a contrapartida do espaço onde deve ser localizado o centro de inclusão digital. Deve ser forrado, com entrada independente e banheiro. Neste mesmo espaço normalmente é implantado também o Programa Arca das Letras(bibliotecas rurais).
Para cada casa aberta são ofertadas cursos de informática básica e práticas de gestão, sendo duas turmas de 20 alunos. São os próprios moradores que administram o espaço. Os alunos formados tornam-se multiplicadores do conhecimento, repassando-o de forma voluntária para a comunidade.
Em Fortaleza foi instalada no Parque de Exposição César Cals a “Casa Digital Central”, sede do projeto, que também propicia cursos para a comunidade(foto). “A Casa Digital trouxe nova vida ao Parque de Fortaleza com os treinamentos, encontros e cursos que acontecem constantemente, afirmou o coordenador de planejamento e gestão da SDA, Cristiano Goes. Adiantou o coordenador que está sendo preparada a logística de entrega de equipamentos e início dos cursos nas comunidades rurais.
O secretário Nelson Martins é um dos entusiastas do projeto e afirma ser prioridade pelo incentivo ao desenvolvimento das comunidades rurais. “Dissemina o saber antes restrito a poucos’, diz entusiasmado.

Em Quixadá, as comunidades rurais beneficiadas serão Boa Vista, Bonfim, Espinheiro, Lagoa do mato e Fazenda Sussui. Já foi implantada em Tapuiará.

Comente essa matéria e seja nosso seguidor no facebook.


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...