Compre Agora

sexta-feira, 11 de junho de 2010

PSDB anuncia intenção de disputar o governo

Antes da reunião do senador Tasso Jereissati com os deputados do PSDB, o dia todo foi de muita especulação

"O PSDB terá candidato próprio ao Governo do Estado". O anúncio foi feito ontem, pelo presidente estadual do partido, Marco Penaforte, após uma reunião de quatro horas entre o senador Tasso Jereissati, lideranças tucanas e o presidente estadual do DEM, Chiquinho Feitosa, incluindo boa parte da bancada da sigla na Assembleia Legislativa. A partir de agora, os tucanos vão trabalhar um nome que possa ser o candidato do partido a governador. O senador Tasso não falou com a imprensa.

Embora Penaforte tenha destacado que vários motivos levaram o partido a tomar tal decisão, a gota d´água foi o fato de o governador Cid não ter atendido a uma ligação telefônica do senador Tasso, no último sábado, quando do encontro do PSB, na Serra da Meruoca.

"Afasta-se um espectro que havia sobre a democracia política do Ceará que era a ameaça de uma chapa única ao Governo do Estado. Mergulhamos agora em uma discussão para definir quem vai ser o candidato", disse Marco Penaforte.

Políticas Públicas

Penaforte, eleito entre os tucanos como porta-voz para passar a notícia, enfatizou que o partido iniciará, a partir de agora, uma discussão sobre os problemas vitais do Ceará.

"A política cearense estava devendo isso ao povo. Discussão de ideias sobre políticas públicas e sobre problemas gravíssimos no Estado como a insegurança reinante", enfatizou em tom de crítica à própria postura adotada pelo seu partido nos últimos três anos em que prestou apoio administrativo à gestão de Cid Gomes (PSB).

Questionado sobre como o partido faria para colocar-se agora como oposição tendo passado todo o período do governo apoiando Cid Gomes, Penaforte lembrou a fidelidade da bancada do partido na Assembleia à gestão Cid Gomes, mas lamentou a falta de prestígio.

"É lamentável verificar que após estes anos todos, nossa bancada não foi contemplada. A cerca de um mês nós solicitamos uma reunião com o governador para tratar de coligações e nem sequer teve uma resposta formal", enfatizou. A posição de Penaforte sempre a de que o partido tivesse candidato próprio, o que não representava a posição da maioria dos deputados da agremiação.

Especulação

O deputado federal Ciro Gomes (PSB) chegou ontem à tarde a Fortaleza, para uma conversa pessoal com o senador Tasso Jereissati (PSDB). No meio político, desde o anúncio da reunião extraordinária dos tucanos, para o início da noite de ontem, o clima era de expectativa e de dúvidas para todos os deputados estaduais do PSDB.

O deputado Ciro Gomes, ao desembarcar, em Fortaleza, pediu desculpas aos repórteres que fazem a cobertura do aeroporto por não dar entrevistas. Ele passou aproximadamente um mês nos Estados Unidos e ao chegar ao Brasil ficou no Rio de Janeiro até ontem. Ele não disse que estava chegando para conversar com o senador Tasso Jereissati, seu amigo particular, mas correligionários de ambos admitiram tal situação.

Aliados mais próximos do governador também demonstravam uma certa inquietação, desde o momento do anúncio da reunião extraordinária dos tucanos. Ontem, até chacota estava sendo feita, entre os próprios deputados, pelo fato de o plenário estar cheio logo cedo da manhã, inclusive com os interlocutores do Governo.

A exceção de um ou, no máximo dois deputados, todos os demais querem votar em Cid Gomes. Apesar dessa realidade, alguns não descartavam a hipótese de o partido mudar o entendimento e ter o seu próprio candidato. Tasso conversou, ontem à tarde, com o empresário Beto Studart, que foi candidato a vice na chapa do ex-governador Lúcio Alcântara, em 2006.

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...