Compre Agora

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Flamengo se classifica e estraga centenário do Corinthians

Vagner Love marca gol no início do segundo tempo e acaba com sonho do Timão.

O Flamengo acabou nesta quarta-feira (5) com o sonho corintiano de ser campeão da Copa Libertadores no ano de seu centenário e, mesmo perdendo por 2 a 1, eliminou o Timão em pleno estádio do Pacaembu.

Enfrentando a perspectiva de sofrer sua terceira eliminação seguida nas oitavas de final da competição, após a derrota por 1 a 0 no jogo de ida, o Corinthians entrou em campo com uma postura diferente dos últimos confrontos e praticou um futebol ofensivo, mas não conseguiu a classificação.

O atacante Ronaldo, muito criticado após o jogo de ida, também mudou levemente de postura, movimentou-se mais e até balançou as redes. Entretanto, um gol de Vagner Love no começo do segundo tempo decretou a eliminação corintiana.

Com o resultado, o Flamengo vai enfrentar o vencedor do confronto entre Universidad de Chile e Alianza Lima, do Peru. Na partida de ida, o time chileno venceu por 1 a 0 fora de casa. O jogo de volta ocorrerá nesta quinta-feira (6).

A classificação, entretanto, não deve ajudar Adriano a garantir uma vaga na Copa do Mundo, pois o Imperador teve um desempenho apagado durante toda a partida e pouco incomodou o gol corintiano.

A torcida alvinegra cumpriu o prometido e levou apitos para incomodar o Flamengo cada vez que o time visitante tocava na bola.

O Flamengo começou o jogo claramente na defesa, esperando o Corinthians atacar. Mas antes mesmo dos 8min o Timão já tinha chegado duas vezes com perigo, primeiro em uma finalização por cima de Jorge Henrique e em seguida com um chute de Ronaldo, que apareceu livre na área e finalizou para a defesa de Bruno.

Apesar de ter o domínio da posse de bola, o Corinthians tinha dificuldade de chegar perto do gol no início devido à forte marcação do Rubro-Negro, que deixava até Adriano no campo de defesa e só conseguiu dar um chute perigoso aos 18min, com Vinícius Pacheco.

Mesmo assim, o Corinthians respondeu com três boas chances. Na primeira, Roberto Carlos cobrou falta com força e Bruno fez uma difícil defesa, aos 19min. Em seguida, Jorge Henrique cruzou e Dentinho quase completou com um carrinho. Logo depois, Ronaldo fez boa jogada na entrada da área e chutou. Bruno defendeu e, no rebote, o time paulista reclamou de um eventual pênalti em Jorge Henrique, não marcado pela arbitragem.

A pressão corintiana surtiu efeito aos 26min. Danilo fez jogada pela esquerda e cruzou. Pressionado pela presença de Ronaldo, que estava se movimentando mais do que no jogo passado, o zagueiro David jogou contra o próprio gol: 1 a 0.

O Corinthians recuou um pouco após marcar e permitiu que o Flamengo ficasse mais tempo com a posse de bola. Aos 38min o Fla teve uma boa chance, quando Adriano saiu na frente do goleiro Felipe, mas chutou em cima do alvinegro.

No lance seguinte, o Timão saiu em velocidade e aproveitou a lentidão do Fla para ampliar. Dentinho recebeu na esquerda e cruzou com perfeição para Ronaldo, que cabeceou para o gol e saiu entusiasmado para comemorar: 2 a 0 no intervalo.

O técnico Rogério Lourenço colocou o meia Kleberson no intervalo, no lugar de Vinícius Pacheco. A substituição surtiu efeito rapidamente. Aos 4min, o jogador passou para Vagner Love tocar na saída de Felipe e empatar.

Com o gol flamenguista, o cenário do início do primeiro tempo voltou: o Corinthians atacando e o Rubro-negro apostando na defesa. Aos 13min, Chicão cobrou falta com perigo e assustou Bruno.

O gol deixou um clima de pura tensão no Pacaembu. Apenas na área das torcidas organizadas corintianas se ouvia gritos de incentivo. O resto do estádio predominantemente apenas assistia ao jogo.

Aos 21min, Mano Menezes colocou Iarley no lugar de Jorge Henrique. Pouco depois, Jucilei ocupou a vaga de Elias. Novamente apenas Adriano ficava no ataque flamenguista, e o Imperador teve uma boa chance aos 23min, quando recebeu a bola livre de marcação e chutou da entrada da área para fora. Kleberson também chegou com perigo em um contra-ataque, enquanto o Timão não conseguia mais ser criativo.

O Flamengo quase matou o jogo aos 32min, quando Vagner Love tocou por cima de Felipe e viu a bola sair perto da trave corintiana. Aos 37min, Ronaldo tentou cabeceou após cruzamento, e a bola bateu na parte de cima do travessão.

Aos 46min, o Corinthians teve uma última chance. Chicão cobrou falta com perigo, mas Bruno espalmou por cima do gol.

Com informações do R7

Mande a sua sugestão, elogio e critica para contatos@revistacentral.com.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...