Compre Agora

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Crise em Ibaretama: Comerciantes se preparam para protesto

Comerciantes de Ibaretama devem fechar seus comércios amanhã 10/08 por trinta minutos para pressionar as autoridades.

Há algum tempo que comerciantes de Ibaretama estão insatisfeitos com o desenrolar da economia local de Ibaretama, localizado a 132km de Fortaleza, Sertão Central. O município de Ibaretama que tem origem pobre foi emancipado em 08 de maio de 1988 e daí pra cá tem vivido um verdadeiro massacre político administrativo no que desrespeito a área de economia, o município se sustenta basicamente da Agricultura Familiar, e a renda está distribuída entre aposentados, pensionistas do INSS e funcionários públicos municipais.

Depois que foi criado os benefícios sociais parte da renda do município passou a ser distribuída de forma mais sistemática, o dinheiro passou a circular de forma mais igual, o que não vetou a possibilidade de crise para os comércios locais.

Os maiores comércios do município estão localizados em sua sede, a qualidade do produto não ajuda muito para a aquisição e o preço alto também desagrada aos clientes, no entanto maior parte da população com renda ativa no município principalmente os funcionários públicos municipais continuavam a adquirir produtos no comercio local.

A principal reclamação hoje dos comerciantes seria porque a prefeitura municipal passou a usar o sistema de cartão magnético ao invés de contracheque que normalmente era trocado no comercio. A Caixa Econômica Federal responsável pelo pagamento da folha da prefeitura e benefícios do Governo Federal tem na cidade uma estrutura com uma Lotérica e um Caixa Aqui, mas, no entanto, não atende a população de maneira satisfatória.

“Nunca tem dinheiro na Caixa, toda vida que vou lá nunca tem dinheiro, daí vou a Quixadá mesmo e acabo gastando meu salário por lá mesmo” disse um servidor da prefeitura que não quis se identificar. A falta de agências bancárias na cidade também é um marco para gerar essa crise, andando pela cidade podemos perceber os comércios vazios, sem clientela e comerciantes de braços cruzados.

Nossa equipe entrou em contato com alguns gerentes de bancos da Região e a explicação é que a cidade de Ibaretama não oferece estrutura de segurança e a demanda de clientes é pequena para a abertura de Agências bancárias. Em Ibaretama temos correspondentes do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Bradesco, no entanto as condições de segurança deixam a desejar.

Os comerciantes de Ibaretama querem protestar e conseguir da Prefeitura e da Caixa uma posição para que a renda fique em Ibaretama. A Comerciante Aldeniza de Sousa Melo (Denise) dona de uma farmácia na cidade é quem está liderando o movimento de comerciantes, segundo Denise a Caixa não está conseguindo pagar nem sequer a folha de benefícios sociais.

“Os comerciantes estão unidos, vamos baixar as portas e exigir uma posição da prefeitura e da caixa, não queremos mais promessas, de promessas estamos cheios” disse Denise em entrevista a Revista Central. Os organizadores esperam o apoio da população e aguardam apoio também por parte de parlamentares do município, a imprensa do Ceará também deve estar presente fazendo a cobertura. “a imprensa foi convidada para que este ato não seja esquecido” disse um dos comerciantes.

A Revista Central já havia se antecipado aos fatos, o repórter Jackson Perigoso já havia feito uma reportagem sobre a falta de agências em Ibaretama, constatando o péssimo atendimento da Caixa Econômica através da Lotérica e do Caixa Aqui.

A prefeitura através do Chefe de Gabinete Humberto Maia Junior, disse que a administração vai discutir com a Caixa a viabilidade dos pagamentos acontecerem em Ibaretama, “Não sabemos qual a política da Caixa, mas, vamos conversar e vermos no que podemos contribuir para esses pagamentos serem feitos aqui no município” disse o chefe de gabinete assegurando que vai cobrar uma postura da Caixa com relação a essa questão.

O gerente da Caixa Econômica Moacir Tomaz, disse a Revista Central que o Prefeito de Ibaretama já solicitou da Caixa Econômica em Fortaleza hoje, um Caixa Eletrônico para tentar sanar o problema. “A solução para Ibaretama é a implantação de um Caixa Eletrônico” disse Moacir a nossa equipe.  O gerente também disse que a lotérica não pode ficar com mais de 5.000,00 reais no caixa por isso a dificuldade, além do que Ibaretama tem um problema quanto à segurança para funcionar com limites maiores de valores. “os municípios pequenos não tem segurança suficiente” completou Moacir.

O Gabinete do Prefeito confirmou que o mesmo está em fortaleza. A revista Central traz mais informações amanhã direto do movimento dos comerciantes para o fortalecimento da economia ibaretamense, o protesto acontecerá neste dia 10 de agosto a partir da 10hs com concentração na Câmara Municipal de Ibaretama.

Foto: Comerciante Aldeniza de Sousa / Arquivo Ibaretamanet
Karpegeanne Vieira
Correspondente da Revista Central de Quixadá

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...