Compre Agora

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

O mundo perde Zilda Arns no terremoto do Haiti


Zilda Arns Neumann, coordenadora internacional da Pastoral da Criança, foi uma das vítimas do terremoto que devastou o Haiti na terça-feira (12). A informação foi confirmada pelo gabinete do senador Flávio Arns (PSDB-PR), sobrinho de Zilda. Segundo informações da assessoria do parlamentar, Zilda Arns estava em missão humanitária no Haiti e, no momento do terremoto, estava andando nas ruas com um sargento do Exército e morreu nos escombros. O senador está indo para o Haiti, junto no avião da delegação brasileira, chefiada pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim.

Zilda Arns ficaria no Haiti do dia 10 ao 15 deste mês de janeiro para participar de uma Conferência com Bispos daquele país, segundo a assessoria de imprensa da Pastoral da Criança.

Médica pediatra e sanitarista, foi a fundadora e coordenadora nacional da Pastoral da Criança e da Pastoral da Pessoa Idosa, organismos de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Zilda recebeu diversos prêmios pelo trabalho que vinha sendo desenvolvido desde a sua fundação. Era também representante titular da CNBB, do Conselho Nacional de Saúde e membro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES).

Zilda era irmã de Dom Frei Paulo Evaristo Arns.

"Ela morreu de uma maneira muito bonita, morreu na causa que sempre acreditou", comentou hoje o cardeal d. Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo, ao saber da morte de sua irmã, a médica Zilda Arns, no terremoto no Haiti. D. Paulo foi avisado por telefone pelo chefe de Gabinete da Presidência da República, Gilberto Carvalho.

Ao ver a notícia do terremoto e antes mesmo de saber sobre sua irmã, d. Paulo Evaristo rezou uma missa pelas vítimas do Haiti na casa de repouso onde vive, em Taboão da Serra, na Grande São Paulo.

Fonte: Revista Central de Quixadá

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...