Compre Agora

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Faltam agências bancárias em Ibaretama


Enquanto a modernidade avança nas grandes metrópoles, pessoas que vivem em cidades pequenas continua, sem saber o que é usufruir dos benefícios do desenvolvimento. Um exemplo claro da falta de infra-estrutura das cidades pequenas do país é Ibaretama, sertão Central do Ceará, uma simples agência bancária não se vê por lá, existe somente uma casa lotérica que atua como correspondente da Caixa Econômica Federal e assim mesmo não faz saques superior a R$ 600,00 (seiscentos) reais, há também um caixa eletrônico do Banco Bradesco, os saques também não ultrapassam esse limite.
A população fica sem opção de possuir o que há de moderno “Dinheiro de Plástico”, quem quiser solicitar um cartão de crédito tem que ir a cidade mais próxima que é Quixadá. Qualquer defeito no cartão, perda, modificação de senhas e outros atendimentos, os usuários têm que percorrer quase 40 quilômetros.
Os bancos justificam que a implantação de uma agência na cidade é inviável por questões de despesas, o motivo é devido o município não ter uma população superior aos 15 mil habitantes.
Quem sofre mesmo são os beneficiados dos programas sociais do governo federal, para poder fazer saques dos seus benefícios os mesmos têm que enfrentar longas filas em pontos comerciais ou na agência lotérica que conta com apenas uma atendente.
A reportagem da Revista Central após receber reclamações foi conferir o descaso e as dificuldades enfrentadas pela população, a agricultora Antonia Cavalcante, 45 anos, estava na fila há quase uma hora e não esconde a insatisfação, ela disse que sempre tem que ir a Quixadá gastando o pouco dinheiro que recebe do Bolsa Família para fazer um simples desbloqueio de senha.
Luciene Lima, 50 anos, também agricultora, disse que não tem a quem reclamar, o jeito é receber o beneficio e esperar que um dia alguém faça alguma coisa, ela disse que agradece o presidente(Lula) por todos os meses dá ajudinha a sua família.
O comerciante, Antonio Pereira Viana, ele é o correspondente da Caixa Econômica na cidade, reconhece que não é a forma mais adequada, mas a implantação do caixa no seu comercio tem ajudado a população, disse ainda que a prefeitura têm tentado conseguir uma agência para a cidade, mas até agora o banco não deu uma resposta.
Entramos em contato com o “0800” da Caixa Econômica Federal, a atendente informou que no momento a Caixa não tem previsão de implantação de uma agência em Ibaretama, informou que há uma lotérica fazendo o atendimento à população.
Por: Jackson Perigoso
Fonte: Revista Central de Quixadá

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...