Compre Agora

sábado, 29 de julho de 2017

Reforma Antecipada: Servidores municipais de Ibaretama devem receber terço de férias parcelado

Sem dinheiro a prefeitura alega dificuldades, tudo com a conveniência do Sindicato da categoria que não agiu em tempo de evitar a farra de contratações do inicio do ano.

A reforma trabalhista ainda tinha 120 dias para começar a vigorar, no entanto, em Ibaretama, um país localizado no Sertão Central, dentro do próprio Brasil, a reforma já está em vigor e passa a integrar os anais da história municipal de forma vergonhosa.


O SINDSEP – Sindicato dos Servidores Públicos de Ibaretama, que representa os profissionais realizou assembleia com a presença de representantes da prefeitura de Ibaretama, durante a assembleia foi demonstrado pelo município a falta de recursos o que teria levado a uma decisão de parcelamento do terço das férias em três vezes podendo se estender a quatro meses.

O Município de Ibaretama alega com relação aos servidores da Educação uma retenção de recursos que aconteceu em todos os municípios cearenses, no entanto, o ente municipal no primeiro quadrimestre de acordo com o TCM ultrapassou o limite de pessoal em 68%, uma demonstração de que o município contratou muito, no inicio do ano as receitas são maiores e foram gastas com pessoal sem necessidade, tudo sob os olhos do Ministério Publico e Sindicato da categoria.

As aulas reiniciam na segunda-feira 31 de julho, os profissionais da Educação decidiram retornar para a sala de aula para não prejudicar o ano letivo dos educandos, depois do acordo, o município de Ibaretama garantiu que manterá os salários em dia para os profissionais para evitar maiores dissabores.

Em estudo independente contratado por nossa redação, o município de Ibaretama está impedido de contratar para a educação em agosto, ele não tem margem sequer para um único contrato de salário mínimo, ainda assim se não houver a aplicação de recursos do Fundo Geral do município de pelo menos um milhão ocorrerá atraso de salários, somente se o município mantiver um equilíbrio fiscal sério a situação será evitada.

O Problema nas contas publicas de Ibaretama, não é exclusividade da atual gestão municipal, o desequilíbrio fiscal é recorrente, todas as administrações descumpriram a lei de responsabilidade fiscal, até hoje nenhum gestor foi punido por isso, levando ao recorrente desrespeito, no entanto, é a primeira vez que o terço de férias vai para parcelamento.

A prefeitura não divulgou nenhuma nota publica a respeito do fato, o SINDSEP também não, o espaço está aberto para esclarecimentos relacionados. 

Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...