Compre Agora

segunda-feira, 16 de julho de 2012

300 servidores de Choró estão com nomes “sujos” mesmo pagando empréstimos

Vereador pretende denunciar o Prefeito Municipal, por crime de apropriação indébita.
O vereador de oposição Francisco Silvino Rodrigues denunciou na última sessão da Câmara Municipal de Choró, possíveis irregularidades nos empréstimos consignados feitos pelos servidores do município junto a Caixa Econômica Federal. Conforme a denúncia, há mais de 10 meses a Prefeitura de Choró desconta os valores das parcelas em folha de pagamento, mas não estava repassando para o banco. Sem receber a CEF inseriu nomes de vários funcionários no Serrasa/SPC. O parlamenta garante que mais de 300 nomes estão foram atingidos.

“Vou denunciar o prefeito municipal de Choró por crime de apropriação indébito e improbidade administrava, visto que há mais de 10 meses essa situação vem causando graves transtornos aos servidores públicos”, disse a reportagem do portal Revista Central.
A reportagem falou com vários servidores que confirmaram a versão do parlamentar. A Funcionaria Pública de Choró a mais de 22 anos, Maria das Dores Ribeiro, 44 anos, conta à vergonha que passou ao tentar fazer compra no comércio, a alegria tornou-se um transtorno quando soube que não teria o credito aprovado devido o seu nome está inserido nos órgãos de proteção ao crédito. “Foi um momento de vergonha, quando fui consultar a moça disse que era junto a Caixa, dias depois chegou à notificação dando conta de que meu nome estava “sujo” porque as parcelas do meu empréstimo não estavam sendo paga, mas todo mês foram descontadas no meu salário”, denuncia a servidora que fez questão mostrar a notificação.
Outro servidor que pediu para não ter o seu nome revelado garante que já recebeu três notificações, “tô na mesma situação. Eu já recebi três cartas”.
A reportagem procurou a secretária de Finança Mikaelle Mendes Jucá Sousa, a mesma não se encontrava, já o prefeito Antônio Mendes(Dé) disse que não estava sabendo do caso, “eu não estou sabendo disso não”, curiosamente a Chefe de Gabinete, Robervania Pinho estava sabendo e até justificou a situação, “o problema foi com a Caixa, mas a prefeitura estava repassando todo o valor”, garantiu. O gerente Geral da Caixa, agência Quixadá foi procurado, mas não encontramos para comentar a reportagem. Sem solução, os servidores esperam que os seus nomes estejam “limpos” o mais breve possível.

Mais Informações:
Prefeitura Municipal de Choró
Av. Nossa Senhora de Fátima, 181
Tel.: (88) 3438.1096


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...