quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Relatório do TCE aponta que Ibaretama dobrou despesas com comissionados

De acordo com TCE, nos oito primeiros meses de gestão, o Governo de Edson Moraes gastou o dobro com comissionados comparado com o mesmo período de 2016.

Ibaretama, Sertão Central, vive um momento de desajuste fiscal grave, não existe dinheiro para os salários e a justiça bloqueou os recursos do município para garantir o pagamento dos servidores municipais. De acordo com relatório gerencial do TCE – Tribunal de Contas do Estado à situação de Ibaretama só piora, no último quadrimestre analisado pela corte o município ultrapassou os 71% com pessoal.


O curioso é que o prefeito Edson Moraes (PMDB) dobrou as despesas com comissionados, dos 800 mil gastos em 2016 nos oito primeiros meses a cifra sobe para 1.600,00 (um milhão e seiscentos mil reais), ou seja, o dobro do valor gasto em 2016.

O município de Ibaretama alega não ter dinheiro suficiente para o pagamento de servidores devido à redução de recursos, no entanto, somente o gabinete do prefeito gastou cerca 220.000,00 (duzentos e vinte) mil reais a mais que o mesmo período de 2016.

De acordo com o relatório, em 2017 também aumentaram as despesas administrativas, comparado ao mesmo período de 2016 Ibaretama gastou R$ 843.000,00 (oitocentos e quarenta e três mil reais) a mais este ano. Isso representa um grande impacto e desequilíbrio nas contas, visto que as receitas aumentaram pouco mais de 4% de acordo com a CNM.

Para melhorar as finanças o município enviou a câmara municipal projeto de Lei que cria a CIP – Contribuição de Iluminação Publica, o município tá com a sede administrativa fechada por falta de energia elétrica, transportes escolares estão parando por falta de combustível e/ou pagamento. A Câmara de Ibaretama deve aprovar esta sexta feira a CIP. 

Nenhum comentário: